O Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa, vai voltar a celebrar o verão com um programa pensado exclusivamente para a ocasião. Concertos de jazz e músicas do mundo, cinema e um ciclo dedicado à arquitetura — entre julho e inícios de setembro, são várias as iniciativas, de entrada gratuita, que prometem animar o CCB até ao final da estação.

O “CCB no Verão” arranca logo no dia 1 de julho com uma série de concertos no Jardim das Oliveiras, sempre às 19h, que se irá estender até ao final de agosto. Os primeiros a subir ao palco são os músicos Pedro Segundo e Ross Stanley. A última atuação da temporada está marcada para 31 de agosto, com Nemaya.

No dia 7 de julho, começa o ciclo de cinema. Todas as sextas-feiras, às 21h30, será exibida uma gravação de um concerto de um artista ou banda. O primeiro será Amy Winehouse: I Told You I Was Trouble, gravação de um concerto em Londres, em 2006, no qual Winehouse percorreu o álbum Back to Black, lançado em outubro desse ano. A exibição de 21 de julho será dedicada a David Bowie, com David Bowie: A Reality Tour, a gravação de um espetáculo gravado em Dublin.

Além destes dois filmes, serão ainda mostrados Jamiroquai: Live at Montreux Jazz Festival, a 14 de julho, e Scissor Sisters: We Are SS And So Are You, a 28 de julho, o último deste ciclo do “CCB no Verão”.

A 4 de agosto arranca a programação dedicada exclusivamente à dupla Ila Bêka e Louise Lemoine, autoras de “Living Architectures”, uma série de filmes que pretende desenvolver “uma nova forma de encarar a arquitetura que se afasta da tendência de idealizar a representação do nosso património arquitetónico”, como explica o site das duas realizadoras.

O primeiro filme — um retrato de uma das obras primas da arquitetura contemporânea, a Casa em Bordéus do arquiteto Rem Koolhass — será exibido no dia 4 de agosto na Praça CCB, às 21h30. Os últimos dois — Selling Dreams e Voyage Autour de la Lune — serão apresentados a 8 de setembro.

A programação completa do “CCB no Verão” pode ser consultada aqui.