Kim Kardashian e Kanye West podem estar de olhos postos num terceiro rebento. Depois de North e Saint, o casal terá fechado um negócio de milhares de dólares com uma barriga de aluguer. Em causa está a saúde de Kim que, de acordo com a informação avançada pelo TMZ, não conseguirá levar uma terceira gravidez até ao final.

O site norte-americano garante que o casal Kardashian-West, um dos mais famosos de Hollywood, estará a preparar-se para arrendar um pequeno T3, depois de ter pago 90 mil dólares (cerca de 80 mil euros) numa agência de barrigas de aluguer.

Parte do acordo milionário obriga a barriga de aluguer a manter um regime rigoroso para garantir que o bebé nasce o mais saudável possível. Esse regime obriga, entre outras coisas, a limitar a atividade sexual nas semanas que antecedem o parto e três semanas após a implantação do embrião, manter distância face a areia de gato, a jacuzzis e saunas.

Também não poderá pintar o cabelo ou comer peixe cru (sushi, por exemplo) e só pode beber café (ou outra bebida com cafeína) uma vez por dia. Em troca, a mulher que carregar o fruto de Kim e Kanye receberá cerca de 90 mil dólares. O casal irá assumir todas as despesas necessárias.

O contrato aponta também quais são os valores a pagar caso a gravidez seja de gémeos — mais 5 mil dólares por bebé (cerca de 4500 euros) — e compensações no valor de 4 mil dólares (cerca de 3500 euros) caso a mulher sofra complicações que resultem na perda dos órgãos reprodutores.

Esta informação surge pouco depois de Kim ter revelado, no seu reality show, que sofre de uma condição médica que a impede de levar uma gravidez até ao fim. Kim, estrela do reality show “Keeping Up With The Kardashians” e também empresária, e o rapper Kanye West já têm dois filhos: North, com 4 anos, e Saint, que completou, há dias, 17 meses.