Brexit

“Brexit é uma decisão estúpida”, diz chefe de gabinete de Juncker

Declarações incomodaram Reino Unido onde Theresa May está prestes a ter uma votação decisiva sobre a lei do Brexit. Primeira-ministra britânica fará discurso sobre Brexit no fim do mês.

Martin Selmayr, chefe de gabinete do presidente da Comissão Europeia, foi direto na crítica

AFP/Getty Images

As negociações para a saída do Reino Unido da União Europeia prosseguem no meio de tensão, entre o que os britânicos terão de pagar pela saída e o que poderão manter em termos de acordos comercias. E o clima não parece estar prestes a acalmar, tendo em conta as últimas declarações do chefe de gabinete do presidente da Comissão Europeia.

Martin Selmayr não teve meias palavras, na segunda-feira durante uma conferência em Bruxelas que foi noticiada pela Reuters: “O Brexit é mau e é uma decisão estúpida”. O chefe de gabinete de Jean-Claude Juncker ainda acrescentou que os únicos que podem reverter o processo são os britânicos — que votaram pela saída da União em junho do ano passado — mas mostrou-se pouco crente nessa hipótese: “Não sou um sonhador, sou realista. O Brexit vai acontecer a 29 de março de 2019”.

As declarações foram mal recebidas no Reino Unido, de acordo com o The Telegraph que nota que elas surgem na semana em que o Parlamento britânico retoma o debate sobre o diploma de retirada do Reino Unido da União Europeia, com a primeira-ministra Theresa May a ter pela frente uma votação desafiante que pode pôr em causa uma parte importante da lei.

Entretanto, também na segunda-feira ao fim do dia ficou a saber-se, através da Bloomberg, que a primeira-ministra britânica vai aproveitar o discurso do final de setembro para acelerar as negociações do Brexit.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rtavares@observador.pt
Imigração

Os “anti-fascistas” histéricos /premium

João Marques de Almeida

Sendo a imigração o maior problema da Europa, desafio os “anti-fascistas” de pacotilha a olhar para as políticas anti-imigração de Macron antes de chamarem fascistas a Salvini e ao chanceler austríaco

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)