“Nunca tive de ir tão longe fisicamente”, diz Daisy Ridley, a protagonista da nova saga de Star Wars, no papel de Rey. E continua: “A nível de resistência é algo como ‘oh meu Deus, tenho mesmo de me esforçar assim tanto?’. Mas depois é uma coisa psicológica, sabemos que temos de continuar e que conseguimos sempre um pouco mais.” Esta é uma das revelações que mostra um novo vídeo publicado pela equipa de produção de “Os Últimos Jedi”, o mais recente filme da saga Star Wars, com estreia marcada para dia 14:

[ATENÇÃO: se não quer saber nada sobre “Os Últimos Jedi”, não veja este vídeo]

Ainda com Daisy Ridley: a dada altura, a atriz recorda um episódio em que está a treinar para uma cena rodada na ilha onde Luke Skywalker está escondido. Está a praticar com uma vara e, a dado momento, pensa: “Porque é que estou a treinar com isto quando tenho aqui o saber de luz do Luke?”. O treinador de Daisy recorda que tinha três dias para ensinar os movimentos necessários para aquela cena mas a atriz aprendeu tudo em apenas uma hora e meia.

Gwendoline Christie, que interpreta Phasma, a líder dos stormtroopers da Primeira Ordem, confessa que “esta é a coisa mais difícil” que alguma vez teve de fazer a nível físico. “O fato pode ser quase impeditivo para qualquer movimento, do simples andar, de cada vez que me mexo penso ‘será que já é hora de almoço’?”

John Boyega é, mais uma vez, Finn, o principal “ajudante” de Rey na luta contra a Primeira Ordem. Neste vídeo, o ator recorda o ensaio para a cena em que enfrenta Phasma. E diz que faz questão de fazer as lutas por ele próprio, sem recurso a duplos. “Mas a verdade é que as boas cenas de lutas e de duelos são muito difíceis de concretizar”, conta.

Kelly Marie Tran é a atriz que faz de Rose Tico, elemento da Resistência. Confessa que acima de tudo este é um trabalho “divertido” e que é “uma oportunidade perfeita para aprender diferentes formas de luta”, mas é também “sempre muito intenso e difícil”.

Sobre Adam Driver, Daisy Ridley diz que “é incrível a forma como ele se entrega ao treino”. O ator que interpreta Kylo Ren, o grande vilão da nova saga, fala em “rigor”, de como tudo tem de “seguir muitas regras”, com uma equipa que não vacila e quer sempre mais.