O Renault Mégane R.S. acaba de lançar um aviso à concorrência, através de um vídeo em que a marca francesa procura colocar em evidência os muitos atributos da nova geração do seu já famoso desportivo compacto. A começar nas agressivas linhas exteriores, passando pela qualidade do habitáculo, sem esquecer (naturalmente) a excelência do comportamento.

Com chegada ao mercado agendada para o início de 2018, o Mégane R.S. é descrito pelo próprio fabricante como “uma besta pronta a devorar a estrada à sua frente”. Não abdica de um cockpit à altura das suas aspirações, onde não faltam, por exemplo, materiais de elevada qualidade, como a fibra de carbono ou a Alcantara, entre muitos outros. E que podem ser admirados no vídeo que aqui mostramos.

[jwplatform A97md9BS]

Com estas imagens, a marca francesa procura também lançar um aviso a rivais como o recém-chegado Honda Civic Type R, ao anunciar um compêndio tecnológico do qual faz parte uma nova suspensão desportiva inspirada na competição e um novo sistema de quatro rodas direccionais (4Control), capaz de garantir maior tracção e eficácia, seja a que velocidade for.

5 fotos

O modelo francês conta ainda com um novo quatro cilindros a gasolina, 1,8 litros, que partilha com o Alpine A110. No caso da proposta do losango, o bloco surge a debitar 276 cv e 390 Nm de binário, direccionados exclusivamente para as rodas traseiras. Sendo que os clientes podem depois optar entre uma caixa manual ou automática, de dupla embraiagem (esta última, uma novidade no modelo), ambas de seis velocidades, somando-lhe ainda um de dois tipos de chassi: Sport ou Cup. Também com o intuito de fazer sobressair as capacidades desportivas do novo Mégane R.S., o fabricante propõe um modo de funcionamento “Race”, para utilização específica em pista.

Recorde-se que a Renault anunciou já intenção de “roubar” ao novo Honda Civic Type R, o recorde de carro de produção de tracção dianteira mais rápido no circuito de Nürburgring. Algo que só será possível caso o modelo francês consiga fazer os 20,7 quilómetros do circuito alemão em menos de 7m43,8s.