O defesa-central do Rio Ave, Marcelo, o guarda-redes Cássio, o defesa Eliseu Nadjack e Roderick Miranda — que joga agora no Wolverhampton — terão sido os quatro jogadores que terão sido pagos para perder o jogo contra o Feirense, na 20ª jornada da última temporada, de acordo com informações avançadas pelo Correio da Manhã e pela SIC Notícias. Os jogadores foram ouvidos pelo Ministério Público e constituídos arguidos.

De acordo com uma notícia da SIC, os jogadores terão sido pagos por intermediários — que a PJ acredita serem especializados na prática de jogos combinados — ligados ao mundo do futebol. Depois de pagarem aos jogadores, os intermediários apostavam nos resultados do jogo online ou através de jogos como o Placard, sabendo que à partida iam recuperar ou duplicar o dinheiro. A PJ acredita que os pagamentos terão sido feitos em dias anteriores à partida.

Jogadores do Rio Ave terão sido pagos para perder um jogo

Os reguladores europeus deram o alerta quando perceberam que havia valores exagerados de apostas para um jogo daquela dimensão. Horas antes de o jogo em questão começar, as apostas foram retiradas do site de apostas Placard e os reguladores europeus deram o “alerta fraude”, com a Santa Casa da Misericórdia a agir de imediato. A SIC avança que havia até 500 mil euros em apostas na mesma tendência e que 50 mil euros diziam respeito a só um apostador. Há outros jogadores a serem investigados sobre encontros das últimas temporadas.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O jogo em causa — apenas com 1.309 espetadores — aconteceu em fevereiro em Santa Maria da Feira contra o Feirense, que ganhou com dois golos marcados por Platiny aos 6 minutos e Karamanos aos 74 minutos. O Rio Ave reduziu a diferença com um golo de Gonçalo Paciência. O Rio Ave ficou em sétimo lugar na última temporada.

Recorde-se que Nadjack e Roderick Miranda foram formados no Benfica e são agenciados pela GestiFute de Jorge Mendes.