Rui Rangel

Nuno Proença é o 13.º arguido no caso Rangel

Há mais um arguido na Operação Lex. Trata-se de Nuno Proença, avança a RTP que confirma o novo arguido da operação que tem o juiz Rui Rangel como ponto principal.

JOSE SENA GOULAO/LUSA

Nuno Proença é o novo arguido da Operação Lex, investigação que tem como ponto fulcral os supostos crimes de corrupção e tráfico de influências realizados pelo juiz Rui Rangel.

Segundo o DN, Nuno Proença seria uma das pessoas que ajudava a ocultar o património do juiz.

Na passada terça-feira, 30 de janeiro, a Polícia Judiciária levou a cabo as buscas que estiveram no princípio de todo o caso.

Até há momentos, a Operação Lex contava com 12 arguidos, cinco estão detidos: dois advogados, o filho de um dos advogados, um oficial de justiça e uma mulher, que será a mãe de uma filha de Rui Rangel. Entre os arguidos no processo estão os juízes desembargadores Rui Rangel e a sua ex-mulher, Fátima galante (não puderam ser detidos por estarem ao abrigo do estatuto dos juízes.

Luís Filipe Vieira (LFV), o Presidente do Sport Lisboa e Benfica, também faz parte desta lista que agora engloba 13 pessoas (e recusou assinar o mandato e os restantes documentos judiciais que lhe foram apresentados durante as buscas). Tal como LFV, Fernando Tavares, vice-presidente do Benfica com a pasta das modalidades, e João Rodrigues, ex-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, também entram na lista dos arguidos — que, segundo a RTP, poderá aumentar em breve.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: dlopes@observador.pt
Governo

A política e os advogados de negócios /premium

Luís Rosa
303

A Ordem dos Advogados devia ser a primeira interessada em esclarecer o caso do ministro Pedro Siza Vieira. Mas o seu silêncio corporativista revela que não tem interesse em meter ‘as mãos na massa’.

Eutanásia

Carta aos deputados do PSD sobre a eutanásia

Sofia Galvão

Os partidos não pediram um mandato aos eleitores em 2015 para alterar o statu quo no que diz respeito à eutanásia. Também por essa razão, os deputados do PSD têm a obrigação de votar contra.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Detalhes da assinatura

Acesso ilimitado a todos os artigos do Observador, na Web e nas Apps, até três dispositivos.

E tenha acesso a

  • Assinatura - Aceda aos dados da sua assinatura
  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Inicie a sessão

Ou registe-se

Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)