Acaba de ser revelado, no Salão Automóvel de Genebra, o primeiro híbrido plug-in da Bentley, com o construtor britânico a apoiar-se no sucesso comercial que tem constituído o Bentayga standard, para estrear um novo conjunto motopropulsor do qual pouco ou nada disse. Salvo que o Bentayga Hybrid associa um V6 turbo a gasolina de 3 litros a um motor eléctrico, o que lhe permitirá fazer pouco mais de 50 km em modo EV, de acordo com o antigo (e “optimista”) ciclo europeu NEDC

A marca de Crewe não revela nem a potência total do sistema de propulsão, nem sequer detalhes acerca da unidade eléctrica. Com os jornalistas a serem unicamente brindados com a elucidativa informação de a bateria é recarregável em 2,5 horas e que as emissões desta versão do SUV se ficarão por emissões de CO2 de 75 g/km (NEDC).

Onde a Bentley carrega nas tintas é na tecnologia associada a este nova proposta, sublinhando que, para maximizar a eficiência do híbrido, o sistema está emparelhado com a navegação por satélite. Assim, ao inserir um destino, automaticamente é feita a gestão do modo que melhor serve o condutor para cumprir esse trajecto. Vantagens? Poupar ao máximo a carga da bateria, para poder circular em modo EV na cidade, por exemplo.

[jwplatform 1q6uA35v]

No interior, o destaque vai para o facto de desaparecer o botão de Start/Stop, que é trocado por um comando onde o condutor pode gerir a bateria a consumir nas suas deslocações, seleccionando um de três modos disponíveis: EV Drive, Hybrid e Hold. Também desaparece o medidor de temperatura do líquido de refrigeração, que é substituído pela informação acerca do estado da bateria. Além disso, o sistema de infoentretenimento também foi revisto e criado um novo display E Motion,  tudo isto para poder fornecer ao utilizador dados detalhados acerca das performances, consumos e origem da energia consumida.

Exteriormente, os designers optaram por manter quase tudo tal como estava. Sendo que, o que é mais evidente é a preocupação em dissimular a porta de carga para abastecimento da corrente eléctrica, localizada precisamente no lado oposto ao bocal do combustível.

[jwplatform dUSwq9e8]