O pelotão da 36.ª edição da Volta ao Alentejo sai esta quarta-feira para a estrada, com a luta pela sucessão do espanhol Carlos Barbero a iniciar-se com 173,5 quilómetros, entre Vendas Novas e Serpa. O espanhol da Movistar fez história em 2017, ao repetir o triunfo de 2014 tornou-se assim o primeiro bicampeão da prova alentejana, que este ano tem um pelotão sem qualquer equipa do WorldTour.

Entre as 21 equipas participantes estão as nove continentais portuguesas, juntamente com quatro equipas sub-23 lusas, pelo que os conjuntos continentais profissionais Euskadi-Murias, Caja Rural, WB Aqua Protect Veranclassic e Burgos-BH são os mais conceituados em prova.

A primeira etapa é propícia a um final ao sprint, uma vez que os ciclistas apenas terão de passar por uma contagem de montanha, de quarta categoria, logo 18,3 quilómetros após a saída de Vendas Novas, marcada para as 11h15.

Antes da chegada a Serpa, que deverá acontecer antes das 16h00, os corredores vão passar por três metas volantes, em Viana do Alentejo (69,1 km), na Vidigueira (105,6) e em Moura (141,2).