A polícia britânica vai receber um novo financiamento para continuar a investigar o desaparecimento de Madeleine McCann. De acordo com a BBC, até ao momento, o governo do Reino Unido já gastou 11 milhões de libras (12,5 milhões de euros) na chamada “Operação Grange”, cujos fundos têm vindo a ser renovados de seis em seis meses.

A “Operação Grange”, da responsabilidade da Polícia Metropolitana, arrancou depois de o antigo primeiro-ministro David Cameron ter pedido que fossem reunidos vários especialistas para analisar o desaparecimento de Maddie. O novo financiamento — de 150 mil libras, ou seja, 170,5 euros, segundo o Daily Mail — mostra o compromisso das autoridades britânicas em continuar com a investigação, que se encontra atualmente numa “importante linha final”, afirmou ao Daily Mail fonte do Ministério da Administração Interna, confirmando que “a candidatura para a atribuição de fundos especiais para a ‘Operação Grage’ será aprovada”.

Madeleine McCann, mais conhecida por Maddie, desapareceu de um apartamento num complexo turístico da Praia da Luz, no Algarve, a 3 de maio de 2007, enquanto dormia com os seus irmãos gémeos. A equipa que investiga o seu desaparecimento chegou a contar com 30 efetivos em 2013, altura em que foram identificados quatro suspeitos, que foram entrevistados pela polícia portuguesa e britânica. Em 2015, contudo, o número de investigadores foi reduzido para cinco.