A China bloqueou os comentários sobre a mulher do líder norte-coreano na rede social Weibo, que surgiram na sequência da visita surpresa de Kim Jong-un à China, por estarem a compará-la à primeira dama chinesa, Peng Liyuan.

Kim Jong-un e Xi Jinping reúnem-se pela primeira vez, com a desnuclearização na agenda

“Ri Sol-ju é realmente muito bonita e amável. Dá para ver que ela seria uma boa ‘primeira-dama para a diplomacia’, melhor que a irmã de Kim”, foi um dos comentários no Weibo. Esta é uma rede social chinesa que conta com mais utilizadores do que o Twitter: 376 milhões em setembro de 2017. Houve até quem dissesse que a primeira dama norte-coreana tinha uma “presença mais forte” e estava mais bonita do que a mulher do presidente chinês Xi Jinping, apesar de Peng Liyuan ter roupas mais modernas.

Segundo o South China Morning Post, a primeira dama norte-coreana deu que falar durante a visita de dois dias à China devido às suas roupas. Aliás, muitos utilizadores do Weibo compararam-na à atriz sul-coreana Song Hye-kyo.

Pouco se sabe sobre a mulher de Kim Jong-un e esta raramente faz aparições públicas. Tanto que inicialmente se especulou que seria a irmã de Kim Jong-un quem estaria na China. Recorde-se que Kim Yo-jong esteve na Coreia do Sul durante os Jogos Olímpicos de Inverno.

O comboio misterioso que levou Kim Jong-un até Pequim

Sabe-se que Ri Sol-ju, que acompanhou o marido na primeira visita ao estrangeiro enquanto líder da Coreia do Norte, foi cantora e estima-se que tenha nascido em 1989. Kim Jong-un anunciou o seu casamento em 2012 e terão três filhos.