A Hidroelétrica de Cahora Bassa (HCB) sofreu prejuízos de um milhão de dólares (811 mil euros), devido à interrupção no fornecimento de energia no centro e norte de Moçambique, noticiou esta sexta-feira o diário Notícias, citando a empresa.

O administrador-técnico da empresa, Moisés Machava, afirmou ao jornal que o corte, verificado na terça-feira, afetou o fornecimento de energia aos clientes da HCB, nomeadamente a Electricidade de Moçambique (EDM), ESKOM, da África do Sul, e ZESA, do Zimbabwe.

O apagão foi provocado por uma intervenção técnica na central de produção elétrica da barragem de Cahora Bassa e durou cerca de cinco horas. “Esta interrupção foi originada por uma perturbação imprevista que ocorreu no processo de trabalho em curso, visando a modernização nos servidores do sistema de controlo dos grupos geradores da empresa”, anunciou a HCB, em comunicado.

O apagão aconteceu pelas 17h22 (16h22 em Lisboa) e a reposição da energia “iniciou-se cerca de cinco horas depois”, acrescentou.