O Governo israelita deu este domingo luz verde a um investimento 43 milhões de euros para o projeto de construção de um teleférico entre Jerusalém Ocidental e Cidade Velha, em Jerusalém Oriental, setor palestiniano ocupado por Israel.

O anúncio foi feito pelo ministro israelita do Turismo, Yariv Levin, em vésperas da transferência da embaixada dos Estados Unidos de Telavive para Jerusalém, criticada pelos palestinianos.

O projeto de teleférico “vai mudar a face de Jerusalém, oferecendo aos turistas e visitantes um acesso confortável ao Muro das Lamentações, na Cidade Velha, afirmou Levin.

O projeto prevê um teleférico com um percurso de 1,4 quilómetros, entre a parte ocidental de Jerusalém até ao Monte das Oliveiras, e depois até à entrada para a Cidade Velha, próximo do Muro das Lamentações, lugar sagrado de oração para os judeus.