Erupção Vulcânica

Erupção vulcânica na Guatemala faz 62 mortos

A pior erupção dos últimos anos na Guatemala provocou, pelo menos, 62 mortos e 300 feridos. Presidente Jimmy Morales anunciou que vai declarar o estado de emergência no país.

O Vulcão de Fogo, na Guatemala, entrou em erupção no domingo

AFP/Getty Images

A erupção do Vulcão de Fogo, na Guatemala, já provocou a morte de 62 pessoas, incluindo três crianças, confirmou ao início da noite de domingo o porta-voz da Coordenação de Gestão de Desastres da Guatemala, David de Leon. O jornal The Guardian fala em cerca de 300 feridos na sequência daquela que é já considerada pior erupção das últimas quatro décadas no país. O balanço anterior referia seis mortos e 20 feridos.

O Vulcão de Fogo entrou em erupção no domingo, expelindo um rio de lava de oito quilómetros e espessas nuvens negras que se erguem a uma altura de 10 mil metros, caindo depois numa zona alargada. A queda de cinzas, que começou agora a afetar uma área populacional com cerca de 1,7 milhões de pessoas, já obrigou à evacuação de 3.100 guatemalteco que habitam nas localidades próximas, adiantou o porta-voz dos bombeiros voluntários, Mario Cruz.

As cinzas começaram também a afetar a capital, Cidade da Guatemala (a mais de 40 quilómetros de distância), devido a uma mudança no vento, explicou David de Leon, citado pelo The Guardian. A pista do aeroporto internacional La Aurora, na capital, foi entretanto encerrada por motivos de segurança.

Imagens de vídeo publicadas pelos media locais mostram paisagens carbonizadas e casas repletas de cinzas. O Presidente da Guatemala, Jimmy Morales, anunciou que vai declarar o estado de emergência (sujeito a aprovação do Congresso) e pediu aos cidadãos que estejam atentos aos avisos das autoridades.

“O vulcão continua a entrar em erupção e existe um alto potencial para avalanchas de detritos (piroclásticos)”, escreveu a agência gestão de desatres da Guatemala, a CONRED, na rede social Twitter, citando Eddy Sanchez, diretor do Instituto de Sismologia e Vulcanologia (Insivumeh) guatemalteco. Segundo Sanchez, as torrentes de lava atingiram temperaturas de cerca de 700 graus Celsius.

O vulcão, de 3.763 metros de altura, situa-se nas regiões de Escuintla, Chimaltenango e Sacatepéquez, a 50 quilómetros a oeste da capital de Guatemala, zonas que são, por isso, as mais afetadas.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Médicos

Senhor Dr., quanto tempo temos de consulta?

Pedro Afonso
191

Um dos aspetos essenciais na relação médico-doente é a empatia. Para se ser empático é preciso saber escutar. Ora este é um hábito que se tem vindo a perder na nossa sociedade, e nas consultas médicas

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)