Era apenas uma questão de tempo até que alguém repetisse o comparativo promovido pela Jaguar, onde o I-Pace e o Model X foram colocados frente-a-frente, para ver qual era o mais rápido. E coube à Carwow ser a primeira entidade independente de qualquer fabricante a conseguir colocar as mãos em ambos os SUV eléctricos em simultâneo, oportunidade que aproveitou para ver qual era o mais rápido a acelerar a partir de 0 km/h e de 50 km/h (aqui para minimizar ligeiramente o efeito peso), bem como determinar igualmente a respectiva capacidade de parar numa travagem de emergência.

Surpresa! Jaguar I-Pace derrota Tesla Model X

Na realidade, o I-Pace não é teoricamente um concorrente do Model X. Não que não seja um veículo eléctrico fabuloso, exemplar fora de estrada e até em pista, como aliás já tivemos a oportunidade de experimentar. O Jaguar é mais pequeno, com 4,62 metros de comprimento contra 5,05 m do Model X, que oferece mais espaço no habitáculo e mala, mas que paga isso mesmo em peso, anunciando 2.534 kg, contra 2.208 kg do Jaguar. Mas a realidade é que o universo dos modelos eléctricos ainda é muito pequeno, em termos de variedade e quantidade, pelo que praticamente todos concorrem com tudo o resto.

A Carwow decidiu opor o I-Pace contra duas versões do Model X, respectivamente o 100D (com 423 cv, bateria de 100 kWh e 2.534 kg) e o topo de gama P100D (612 cv, 100 kWh e 2.562 kg). Na aceleração do quarto de milha (402 metros) a partir de parado, o P100D realiza a operação em 11,4 segundos, confirmando ser o mais rápido, contra 12,8 segundos do Jaguar e 13,2 segundos do 100D, que tem obviamente mais dificuldade nos primeiros metros devido ao peso superior.

O eléctrico inglês que põe os alemães em sentido. E a Tesla

A fase seguinte do comparativo avalia a capacidade de aceleração a partir de 50 milhas por hora (cerca de 80 km/h), o que confirma o domínio esmagador do P100D que, apesar do peso, impõe-se pela maior potência. Mas a surpresa vem do 100D, pois agora que já está em movimento, tem mais facilidade em ganhar velocidade, assumindo-se como o segundo mais rápido, deixando a última posição para o Jaguar.

A terceira e última comparação determina a capacidade de travagem, onde o peso volta a ser determinante. A partir de 70 milhas por hora, cerca de 112 km/h, as diferenças são mínimas entre os três concorrentes eléctricos, com o 100D a necessitar de mais cerca de dois metros do que os seus rivais, enquanto o P100D fica a apenas um palmo do I-Pace, com o Jaguar a impor-se neste capítulo devido ao menor peso. Para ver como tudo aconteceu, espreite aqui: