A atriz e protagonista da série “House Of Cards”, Robin Wright, deu uma entrevista ao programa norte-americano “Today”, esta segunda-feira, onde falou publicamente pela primeira vez sobre as acusações de assédio sexual feitas contra Kevin Spacey, ator e antigo colega. Mas, recusou dar a sua opinião sobre o sucedido.

“Para ser sincera, nós eramos apenas colegas”, começou por dizer Wright, acrescentando que nunca se deu com Spacey “fora do trabalho”. “O Kevin e eu conheciamo-nos entre a ‘ação’ e o ‘corta’ e nas pausas entre as cenas”, disse a atriz. “Eu não conhecia o homem. Eu conhecia o incrível artista que ele é”, acrescentou, reforçando que o ator “nunca foi desrespeitoso” na sua presença.

As denúncias contra Kevin Spacey por alegado abuso sexual ainda não tiveram um final conhecido. Em outubro do ano passado, o ex-protagonista de “House of Cards” foi acusado de ter seduzido o ator Anthony Rapp numa festa em 1986, quando este tinha apenas 14 anos. Nessa altura, Kevin Spacey emitiu um comunicado no qual não negou o episódio, mas disse não se recordar do que teria feito. “Honestamente, não me lembro desta ocasião, foi há mais de 30 anos. Mas se, de facto, me comportei como ele descreve, devo-lhe o mais sincero pedido de desculpas por aquilo que terá sido um comportamento alcoolizado e profundamente inapropriado, e lamento todos os sentimentos que ele descreve ter carregado com ele todos estes anos”, escreveu o ator, vencedor de dois Óscares, confirmando publicamente a sua homossexualidade.

No mês seguinte, oito membros da equipa de produção de “House of Cards” disseram à CNN que Kevin Spacey teria assediado e agredido sexualmente funcionários da série. Logo a seguir, o ator norte-americano foi dispensado da série “House of Cards”. Este mês, voltaram a surgir novas histórias, depois do anúncio de que a Polícia Metropolitana de Londres está a investigar novas alegações de abusos sexuais contra o ator norte-americano, sendo que uma delas remonta aos anos 90.

“O choque foi tão intenso na nação, que toda a gente sentiu que o melhor era afastar-se do assunto”, disse ainda Robin Wright, revelando que toda a equipa da série ficou “surpreendida e muito triste” com o que aconteceu. A atriz disse que não fala com Spacey desde o escândalo e não sabe sequer como voltar a contactá-lo.