Fortunas

Jeff Bezos é o homem mais rico da história recente com fortuna de 152 mil milhões de dólares

137

O fundador da Amazon tem uma fortuna avaliada em 152 mil milhões de dólares, mais 57 mil milhões do que Bill Gates, 2º do ranking da Bloomberg. É o homem mais rico desde pelo menos 1982.

Jeff Bezos de 54 anos, tem uma fortuna avaliada em 152 mil milhões de dólares

MANDEL NGAN/AFP/Getty Images

Jeff Bezos é o homem mais rico da história recente. De acordo com o ranking dos multimilionários da Bloomberg, o dono da Amazon, de 54 anos, tem uma fortuna avaliada em 152 mil milhões de dólares (cerca de 131 mil milhões de euros), mais do que toda a riqueza gerada em Angola em 2017, cujo PIB atingiu os 124 mil milhões de dólares.

Esta lista das pessoas mais ricas do mundo é atualizada diariamente pela Bloomberg. A fortuna do norte-americano, que tem mais 57 mil milhões de dólares do que o número dois da lista, Bill Gates (95.3 mil milhões de dólares, cerca de 83 mil milhões de euros), duplicou nos últimos dois anos graças ao crescimento das ações da Amazon, lê-se na CNBC.

Desde 1982, ano em que a Forbes criou o ranking das pessoas mais ricas do mundo, que não há registo de alguém ter atingido a marca de Bezos, refere a Bloomberg. O que chegou mais perto foi precisamente Bill Gates, em 1999, e a fortuna que alcançou nessa altura valeria atualmente 149 mil milhões de dólares (cerca de 128 mil milhões de euros). Bezos, que também é proprietário da cadeia de supermercados Whole Foods e do jornal Washington Post, já tinha ultrapassado a marca dos 100 mil milhões de dólares no ano passado.

Confira a lista dos 10 mais ricos do mundo (valores de 18/07/2018). A mulher mais rica aparece em 11.º lugar: é Françoise Bettencourt Meyers, herdeira do império L’Oréal, cuja fortuna está avaliada em 49.2 mil milhões de dólares (cerca de 42 mil milhões de euros).

Lista dos 10 mais ricos (valores de 18/07/2018):

  1. Jeff Bezos (dono da Amazon e do Washington Post): 152 mil milhões de dólares — 131 mil milhões de euros;
  2. Bill Gates (co-fundador da Microsoft): 95.3 mil milhões de dólares — 83 mil milhões de euros;
  3. Mark Zuckerberg (fundador e CEO do Facebook): 83.8 mil milhões de dólares — 72 mil milhões de euros;
  4. Warren Buffett (CEO da Berkshire Hathaway): 79.2 mil milhões de dólares — 68 mil milhões de euros;
  5. Bernard Arnault (CEO da LVMH): 75 mil milhões de dólares — 64 mil milhões de euros;;
  6. Amancio Ortega (presidente e fundador da Inditex): 74.9 mil milhões de dólares — 64 mil milhões de euros;
  7. Carlos Slim (presidente da América Móvil): 62.7 mil milhões de dólares — 54 mil milhões de euros;
  8. Larry Page (co-fundador da Google): 58.4 mil milhões de dólares — 50 mil milhões de euros;
  9. Sergey Brin (co-fundador da Google): 56.9 mil milhões de dólares — 49 mil milhões de euros;
  10. Larry Ellison (co-fundador e diretor da Oracle Corporation): 55.2 mil milhões de dólares — 47 mil milhões de euros;.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rporto@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)