Foi o segundo processo mais rápido de abertura de um concurso nacional desde que eles existem. Depois de ter anunciado na semana passada o lançamento de um concurso para 1234 vagas no Serviço Nacional de Saúde, o Governo publicou esta segunda-feira os avisos que equivalem ao ato de abertura dos respetivos concursos públicos.

Governo abre concurso para contratar 1.234 médicos

Os candidatos têm cinco úteis a partir desta segunda-feira para apresentar a candidatura, um prazo que é o normal, mas que coincide com o principal período das férias de agosto. O bastonário da Ordem dos Médicos reconhece este constrangimento, mas assinala que os candidatos estão avisados e atentos ao concurso. Miguel Guimarães assinala contudo que a rapidez do lançamento por parte do Governo corresponde ao apelo feito pela ordem da urgência no lançamento destes concursos. O normal, explicou ao Observador, é existir um intervalo de até dois meses entre o anúncio e a abertura do concurso propriamente dito.

De acordo com o mesmo responsável, 69 das novas vagas têm como destino as unidades de saúde do Algarve cujas carências nesta área, sobretudo no período de férias, voltaram a ser notícia, pela ausência de candidaturas ao plano de mobilidade lançado pelo Governo este verão para contratar mais médicos para o verão.

Ministério queria 67 médicos para o Algarve, conseguiu zero

Os avisos publicados pela Administração Central do Sistema de Saúde dizem respeito ao lançamento de dois concursos públicos nacionais. Um para a contratação de médicos para a carreira de assistente, na área da medicina geral e familiar da carreira especial médica ou carreira médica dos hospitais EPE (entidades públicas empresariais). Estas vagas são superiores ao número de  recém-licenciados porque o Ministério da Saúde pretende atrair médicos que estão no setor privado.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O outro concurso destina-se à contratar pessoal médico para assistentes da área hospitalar e de saúde pública com o objetivo de preencher 856 postos para a categoria de assistente da carreira especial médica, 17 para a saúde pública e 839 para a área hospitalar.