O Banco Central Europeu (BCE) afirma no seu último boletim económico, publicado esta terça-feira, que o crescimento dos salários pressiona a subida dos preços.

[frames-chart src=”https://s.frames.news/cards/crescimento-na-ue/?locale=pt-PT&static” width=”300px” id=”274″ slug=”crescimento-na-ue” thumbnail-url=”https://s.frames.news/cards/crescimento-na-ue/thumbnail?version=1533228901990&locale=pt-PT&publisher=observador.pt” mce-placeholder=”1″]

Num artigo no referido boletim, José Emilio Gumiel e Elke Hahn analisam a importância dos salários na subida da inflação.

A análise apoia a ideia nas atuais previsões e projeções de que o aumento do crescimento salarial criará uma pressão para a subida dos preços”, de acordo com o artigo.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O BCE tem vindo a insistir desde há meses na necessidade de ainda manter uma política monetária muito expansiva para que suba a inflação subjacente, que exclui os preços da energia e dos alimentos por serem os mais voláteis e que ainda é muito baixa.

O banco central tem defendido também que o crescimento salarial é uma condição para a subida da inflação.