Um avião foi forçado a fazer uma aterragem de emergência no Peru e outros dois foram forçadas a regressar a aeroportos no Chile devido a uma série de ameaças de bomba, informaram quinta-feira fontes do setor da aviação. Um voo da LATAM que transportava passageiros da capital do Peru, Lima, para Santiago, no Chile, foi evacuado com segurança após uma aterragem não programada na cidade peruana de Pisco, na quinta-feira.

Dois aviões operados pela Sky Airlines, com destino ao Chile, com destino a Rosario, na Argentina, e à cidade de Calama, no norte do Chile, regressaram a Santiago sem incidentes. A agência de aviação civil do Chile informou a agência de notícias Associated Press que todos os três aviões foram inspecionados e foi determinado que não havia explosivos a bordo.

Também na quinta-feira, um avião da empresa alemã Condor, com cerca de 250 passageiros, proveniente do Egito e com destino à Alemanha, aterrou de emergência em Creta, no sul da Grécia, depois de um alerta de bomba, informou a polícia. “O piloto pediu à torre de controlo do aeroporto de Cannée para aterrar de emergência, depois de ter recebido informações que indicavam existir aparelhos explosivos a bordo”, disse fonte da polícia à agência de notícias France-Presse.