Um incêndio que deflagrou esta quinta-feira no sudoeste de Berlim fez detonar várias munições da Segunda Guerra Mundial que ainda estavam enterradas na floresta.

O incêndio ocorreu numa zona de pinhal na região de Treuenbrietzen, a 50 quilómetros de Berlim. De acordo com a BBC, as munições pertenceriam ao exército soviético que combateu no leste da capital alemã durante o conflito.

Segundo o político local Christian Stein, citado pela Associated Press (AP), várias munições terão já detonado devido ao calor do incêndio e os bombeiros estão impedidos de entrar em zonas suspeitas. “A munições são muito perigosas, porque não se pode pisar o chão, e por isso não se pode chegar perto do fogo”, disse à AP disse o governador do estado de Brandenburg, Dietmar Woidke. O incêndio está por isso a ser combatido apenas com meios aéreos nesta área.

O incêndio obrigou à evacuação de pelo menos 540 pessoas nas vilas de Frohnsdorf, Klausdorf e Tiefenbrunnen. “Nem no tempo da guerra vivemos algo assim”, afirmou à AP Anita Biedermann. A mulher de 76 anos contou que a polícia disse-lhe para pegar num casaco, na identificação e na medicação antes de a levar para um ginásio na proximidades para passar a noite.

O fogo atingiu uma área correspondente a 500 campos de futebol e chegou a mobilizar 600 bombeiros e militares.Várias estradas foram suspensas e o serviço de comboios suspensos, apesar do trafico aéreo se manter inalterado. Segundo as autoridades, citadas pela BBC, o incêndio já foi dado controlado, mas poderá levar vários dias até estar completamente extinto.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Os ventos intensos que se fizeram sentir ao final desta quinta-feira empurraram o fumo intenso na direção de Berlim. A população foi aconselhada a manter portas e janelas fechadas, mas o cheiro intenso a queimado motivou várias chamadas para os serviços de emergência.

A Alemanha atravessa um verão anormalmente quente, quase sem ocorrência de chuva. Várias regiões estão sob alerta, com pelo menos 400 incêndios florestais já contabilizados este ano.