Rádio Observador

Mercado Imobiliário

Onde ficam as 10 ruas mais caras de Portugal? Salitre, em Lisboa, lidera ranking

242

Lisboa, Setúbal, Faro e Porto acolhem as 10 ruas mais caras para comprar casa em Portugal, de acordo com estudo realizado pela plataforma online de imobiliário Idealista.

AFP/Getty Images

Lisboa, Setúbal, Algarve e Porto acolhem as ruas mais caras para comprar casa em Portugal, concluiu um estudo de mercado divulgado esta terça-feira. O estudo, realizado pela plataforma online de imobiliário Idealista, procurou apurar quais as 10 ruas mais caras do país.

Em primeiro lugar ficou a Rua do Salitre, que liga a Avenida da Liberdade ao Largo do Rato, em Lisboa. Aqui, o preço médio da habitação é de 2.820.312 euros. O segundo lugar do pódio cabe à Urbanização Soltroia, em Setúbal, onde o preço médio é de 1.926.818 euros. Lisboa recebe ainda a medalha de bronze. Na Rua Fernão Mendes Pinto, Belém, comprar um imóvel custa em média 1.912.731 euros.

Na lista constam também a Rua Dom Afonso Henriques (Cascais), o Loteamento Fonte Santa (Quarteira), a Rua A Gazeta D’Oeiras (Oeiras), a Avenida Marechal Gomes da Costa (Porto), a Avenida 24 de Julho (Lisboa), a Urbanização Varandas do Lago (Almancil) e a Avenida da República (Lisboa).

Localização Rua Preço médio (em euros)
Santo António (Lisboa) Rua do Salitre 2.820.312
Carvalhal (Setúbal) Urbanização Soltroia 1.926.818
Belém (Lisboa) Rua Fernão Mendes Pinto 1.912.731
Cascais (Lisboa) Rua Dom Afonso Henriques 1.839.138
Quarteira (Faro) Loteamento Fonte Santa 1.589.941
Oeiras/São Julião da Barra (Lisboa) Rua A Gazeta D’Oeiras 1.588.235
Porto (Porto) Avenida Marechal Gomes da Costa 1.520.000
Misericórdia (Lisboa) Avenida 24 de Julho 1.518.031
Almancil (Faro) Urbanização Varandas do Lago 1.460.909
Avenidas Novas (Lisboa) Avenida da República 1.445.990

Avenida da República, Lisboa, Portugal

Urbanização Varandas do Lago, Portugal

Av. 24 de Julho, Lisboa, Portugal

Avenida do Marechal Gomes da Costa, Porto, Portugal

Rua A Gazeta D’Oeiras

Loteamento Fonte Santa, Quarteira, Portugal

Rua Dom Afonso Henriques, Cascais, Portugal

Rua Fernão Mendes Pinto, Lisboa, Portugal

urbanização soltroia

Rua do Salitre, Lisboa, Portugal

A lista foi apurada através do cálculo do “preço médio absoluto de apartamentos e moradias anunciados na mesma rua”, considerando apenas as ruas onde existia pelo menos 10 imobiliários anunciados. No entanto, o Idealista salvaguarda que o “estudo apenas mostra os preços médios das ruas, o que não significa que sejam as casas mais caras de cada mercado”, pode ler-se no site.

O preço da habitação em Portugal disparou nos últimos três anos. No primeiro trimestre de 2018, a subida foi de 12,2%, a quarta maior subida na União Europeia — muito acima da média europeia, que ficou nos 4,7% de aumento.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros de órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Crescimento Económico

Como vai o motor da nossa economia?

Luís Ribeiro

Estamos a viver “à sombra da bananeira” de uma alta imobiliária que alguns consideram já ser mais uma “bolha” do que um “boom”. É uma ilusão que se esfuma facilmente e é incapaz de arrastar a economia

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)