Há alguns meses, eram os dois nomes mais poderosos do movimento #MeToo. Juntas, Asia Argento e Rose McGowan lideraram manifestações, assinaram comunicados, fizeram declarações e ajudaram a denunciar o produtor Harvey Weinstein. Agora, Argento é acusada de ter pago a um ator para comprar o seu silêncio depois de o ter assediado sexualmente e McGowan revelou que teve influência na divulgação do caso.

Na primeira reação pública ao caso de Asia Argento, Rose McGowan emitiu um comunicado onde se distancia da polémica e desfere várias críticas à atriz italiana. E faz mais. A norte-americana de 44 anos revela que as mensagens que denunciam Argento, em que esta confirma que teve relações sexuais com um menor, foram trocadas com a sua própria namorada, a modelo Rain Dove.

No passado dia 20 de agosto, o The New York Times revelou que, pouco depois de denunciar Harvey Weinstein e se tornar uma líder mundial contra o assédio sexual, Asia Argento pagou a um ator que lhe tinha exigido uma compensação económica por esta o ter, precisamente, assediado sexualmente. Jimmy Bennett tem 17 anos, o que agravou toda a situação: Argento confirmou que o pagamento foi feito mas garantiu que foi Anthony Bourdain, o chef que morreu em junho e que era seu namorado, que decidiu pagar para ter a certeza de que as “alegações falsas” não vinham a público. Além disso, a atriz negou ter tido relações sexuais com Jimmy Bennett.

No dia seguinte, o site TMZ publicou várias fotografias onde Bennett e Argento surgem deitados numa cama e partilhou ainda diversas mensagens de texto onde a atriz italiana confirma que teve relações sexuais com o menor – ainda que sublinhe que foi ele que teve a iniciativa. Agora, Rose McGowan revelou que essas mensagens de texto foram trocadas entre Asia Argento e Rain Dove e que foi a própria modelo a entregá-las à polícia – com a benção de McGowan.

No comunicado enviado aos meios de comunicação social, Rose McGowan conta que a namorada lhe mostrou todas as mensagens trocadas com Argento e que a incentivou a levar o caso às autoridades. Nestas mensagens, a atriz italiana confidencia que Jimmy Bennett lhe envia fotografias dele próprio nu desde que tinha oito anos: mas também indica que nunca lhe pediu que parasse. “A parte mais difícil foi dar-me conta de que tudo o que o movimento #MeToo defende estava em risco. Quase 48 horas depois de irmos à polícia, as mensagens estavam na comunicação social”, escreveu a atriz, confirmando ainda que Asia Argento contou que estava a ser chantageada mas nunca disse por quem.

Foi a modelo andrógina Rain Dove, namorada de Rose McGowan, que revelou as mensagens que denunciam Asia Argento

“É triste perder uma amiga. Mas mais triste ainda é aquilo por que passou Jimmy Bennett. Seja verdade ou não a extorsão, não é justo e não está bem. É o tipo de coisa contra a qual lutei junto a tantos outros. A razão pela qual ainda não tinha feito um comunicado é porque francamente este caso me serviu enquanto cura de humildade”, afirmou Rose McGowan.

O comunicado termina com um parágrafo dirigido diretamente a Asia Argento, que foi esta segunda-feira despedida da versão italiana do programa “X Factor”, onde era jurada: “Asia, eras minha amiga. Amava-te. Gastaste e arriscaste muito para defender o movimento #MeToo. Espero de verdade que encontres o caminho neste processo até à reabilitação e a melhoria. Toda a gente pode ser melhor, espero que tu também possas. Faz o correto. Sê honesta. Sê justa. Deixa que a justiça prossiga. Sê a pessoa que querias que o Harvey Weinstein tivesse sido”.