Orçamento do Estado

Pensões mínimas vão ser corrigidas e aumentam em janeiro

O Governo e o Partido Ecologista Os Verdes chegaram a acordo para corrigir o valor das pensões mínimas que foi atualizado tendo em conta o valor da pensão antes do aumento extraordinário de agosto.

WILL OLIVER/AFP/Getty Images

O Governo e o Partido Ecologista Os Verdes chegaram a acordo para incorporar três propostas do partido na proposta de Orçamento do Estado para 2019 que será conhecida na segunda-feira, entre elas uma correção da atualização das pensões mínimas que resultará em mais ganhos para os pensionistas.

Quando estas pensões tiveram a atualização automática no início do ano, tal como as restantes, este aumento que é feito em percentagem foi calculado sobre o valor inicial de 2017, o que quer dizer que foi calculado sobre um valor mais baixo do que deveria, porque não teve em conta o valor da pensão depois do aumento extraordinário realizado em agosto.

Isso criou uma distorção no valor que estes pensionistas deveriam receber pela sua pensão de invalidez e que agora o Governo terá aceitado corrigir. Essa correção deverá chegar já no início do próximo ano, quando as pensões voltarem a ser alvo da atualização automática, evitando também a mesma situação relativamente a este ano, já que voltou a haver um aumento extraordinário nas pensões.

O PEV conseguiu também um acordo em que o Governo assume o compromisso de contratar no ano de 2019 mais 25 vigilantes da natureza e um aumento do número de salas, entre as 100 e as 150, no caminho para a universalização da cobertura do pré-escolar. Os Verdes referem que a cobertura pré-escolar já está garantida para as crianças com 5 anos, mas que nas crianças com 4 anos ainda há falhas nas áreas metropolitanas e falta generalizar para o caso das crianças de 3 anos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: nmartins@observador.pt
Orçamento do Estado

Um baile ao Bailado

Joana Barata Lopes

Estava feito. O Bloco “deu baile” aos bailarinos e aos portugueses, o PS bateu palmas de pé e o PCP… nem sei que bailado levou à cena.

Educação

Mais vale acabar

João Pires da Cruz

Damos atenção aos direitos de todos menos aos daqueles que são mais preciosos, os nossos filhos. Gastamos dinheiro em tudo, menos no que é impossível substituir, o tempo das nossas crianças aprenderem

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)