Orçamento do Estado

Pensões mínimas vão ser corrigidas e aumentam em janeiro

O Governo e o Partido Ecologista Os Verdes chegaram a acordo para corrigir o valor das pensões mínimas que foi atualizado tendo em conta o valor da pensão antes do aumento extraordinário de agosto.

WILL OLIVER/AFP/Getty Images

O Governo e o Partido Ecologista Os Verdes chegaram a acordo para incorporar três propostas do partido na proposta de Orçamento do Estado para 2019 que será conhecida na segunda-feira, entre elas uma correção da atualização das pensões mínimas que resultará em mais ganhos para os pensionistas.

Quando estas pensões tiveram a atualização automática no início do ano, tal como as restantes, este aumento que é feito em percentagem foi calculado sobre o valor inicial de 2017, o que quer dizer que foi calculado sobre um valor mais baixo do que deveria, porque não teve em conta o valor da pensão depois do aumento extraordinário realizado em agosto.

Isso criou uma distorção no valor que estes pensionistas deveriam receber pela sua pensão de invalidez e que agora o Governo terá aceitado corrigir. Essa correção deverá chegar já no início do próximo ano, quando as pensões voltarem a ser alvo da atualização automática, evitando também a mesma situação relativamente a este ano, já que voltou a haver um aumento extraordinário nas pensões.

O PEV conseguiu também um acordo em que o Governo assume o compromisso de contratar no ano de 2019 mais 25 vigilantes da natureza e um aumento do número de salas, entre as 100 e as 150, no caminho para a universalização da cobertura do pré-escolar. Os Verdes referem que a cobertura pré-escolar já está garantida para as crianças com 5 anos, mas que nas crianças com 4 anos ainda há falhas nas áreas metropolitanas e falta generalizar para o caso das crianças de 3 anos.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Professores

A Justiça e os Professores

Arnaldo Santos
431

Justiça é dar a cada um aquilo que é seu e cada professor deu o seu trabalho no tempo de congelamento na expetativa de ter a respetiva retribuição relativa à progressão na carreira: o que é seu é seu.

Benefícios Fiscais

Se calhar mais valia ter ido…

António Maria Cabral
177

Por que motivo um jogador de futebol (Pepe) que receberá milhões de euros afinal “só” vai pagar metade de IRS? A resposta é nos dada pela Lei de Orçamento de Estado de 2019...

PSD

Quando o Papa não é católico /premium

Rui Ramos

Para o PSD, a exclusão do PCP e do BE é a grande prioridade nacional. Mas para isso, é indiferente votar PSD ou PS. Como explicaram os quadros do BCP, uma maioria absoluta do PS também serve.

Corrupção

O caso da OCDE e a corrupção /premium

Helena Garrido

O que se passou com a OCDE foi grave. O responsável pelo estudo foi impedido de estar presente na apresentação. E uma conferência da Ordem dos Economistas foi cancelada. Aconteceu em Portugal.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)