O dirigente do Partido Ecologista “Os Verdes” (PEV) José Luís Ferreira admitiu hoje que “o percurso” dos últimos três anos, em que o partido apoiou o Governo minoritário do PS, “foi bom, mas podia ter sido muito melhor”.

Na abertura da 14.ª Convenção do PEV, em Lisboa, José Luís Ferreira fez um extenso balanço do trabalho do partido desde a anterior convenção, em maio de 2015, antes ainda das legislativas que resultaram numa maioria de deputados de esquerda, afastando PSD e CDS do poder.

Para o deputado e dirigente do partido, “seria até irresponsável que ‘Os Verdes’, que há muito reclamavam uma mudança de políticas, não contribuíssem para encontrar uma solução alternativa a um novo Governo do PSD e do CDS, que passaria por um Governo minoritário do PS”, apoiado pelo PCP, BE e PEV, desde 2015.

“Se tivermos que resumir este percurso, creio que podemos dizer: foi positivo, está a ser positivo, mas podia ser melhor. Podia ter sido muito melhor”, afirmou José Luís Ferreira, perante os delegados, cerca de 250, vindos de todo o país.