A marca francesa, com uma forte presença no mercado brasileiro, decidiu só este ano introduzir o seu eléctrico Zoe, curiosamente numa altura em que se aproxima a data da sua substituição. Revelado no Salão Automóvel do Brasil, o utilitário a bateria da marca francesa foi apresentado no mercado em simultâneo com dois adversários de respeito, respectivamente o Nissan Leaf e o Chevrolet Bolt, ainda que, de momento, o Zoe seja o único a ter iniciado o período de vendas.

A versão brasileira conta com o motor de 90 cv já conhecido dos europeus, anunciando uma autonomia de 300 km. As vendas ainda não estão abertas em todas as cidades brasileiras, acima de tudo por falta de infra-estruturas ao nível da rede de postos de carga na esmagadora maioria das regiões, mas em São Paulo, o facto de ter começado primeiro, tem permitido ao Zoe cativar um número considerável de clientes.

Parte da atracção tem sobretudo a ver com o preço, com o Zoe a ser proposto por 149.900 reais (cerca de 34.400€), o que lhe confere o invejável estatuto do eléctrico mais barato nesse mercado. O Bolt e o Leaf classificam-se a seguir, no ranking do preço, propostos por 175.000 e 178.400 reais, respectivamente, com o BMW i3 a ser comercializado por 199.990 reais.