Prémios e Galardões

Historiador António Borges Coelho recebe Prémio Universidade de Lisboa

994

O historiador António Borges de Coelho recebe o Prémio Universidade de Lisboa, uma distinção atribuída pelo "singular percurso na historiografia portuguesa". Em 2017, Maria de Sousa foi a vencedora.

MIGUEL A. LOPES/LUSA

O historiador António Borges de Coelho, de 90 anos, recebe o Prémio Universidade de Lisboa, esta segunda-feira, às 17h00, no Salão Nobre da Reitoria da Universidade de Lisboa, uma distinção atribuída pelo seu “singular percurso na historiografia portuguesa”. António Borges Coelho é autor, entre outras obras, de “Raízes da Expansão Portuguesa” e “Inquisição de Évora”, e, segundo o júri do galardão, é “um nome singular na historiografia portuguesa contemporânea”.

O júri, ao qual presidiu o reitor da Universidade de Lisboa, António Cruz Serra, catedrático de Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, destacou em ata o “trabalho inovador” do historiador, que foi aluno desta Universidade e, de 1974 a 1994, professor no Departamento de História da Faculdade de Letras, tendo ensinado centenas de alunos “nos quais deixou marcas, pelas suas qualidades humanas e pedagógicas”.

“Além da relevância do seu percurso científico, muitas vezes perseguido em circunstâncias adversas, o júri sublinhou a grande erudição e acessibilidade da sua obra, e o seu comprometimento com a cultura e a língua, evidenciado no modo como integra na narrativa dos acontecimentos a caracterização detalhada de instituições, informações demográficas, e estruturas económicas, sociais e culturais”, lê-se no mesmo texto.

O júri, que foi ainda constituído por Paulo Macedo, António M. Feijó, Carlos Salema, David Diniz, Eduardo Paz Ferreira, José Pedro Sousa Dias, Leonor Beleza, Maria do Carmo Sousa, Teresa Patrício Gouveia e Vítor Caldeira, destacou a História de Portugal, atualmente com seis volumes, na qual Borges Coelho está a trabalhar.

Para o júri, nesta História de Portugal, António Borges Coelho “cumulativamente delineia uma interpretação global do percurso histórico nacional, das origens à atualidade”.

Em outubro passado, numa entrevista à agência Lusa, o historiador António Borges Coelho afirmou que “a História é uma ciência perigosa”, e recordou as palavras do humanista português João de Barros, historiador da Ásia, o segundo o qual a História implica muito perigo e exige muito trabalho.

“A História marca sempre, mesmo que o historiador não consiga completamente dominar as suas ideias, isto é, aquilo que ele é. [A História] é um documento que dá uma visão do passado, e que, se for nova e verdadeira, vai ao fundo da verdade, e vai criar muitos anticorpos. A História é uma ciência perigosa”, disse.

O Prémio Universidade de Lisboa tem o valor pecuniário de 25 mil euros. No ano passado, o galardão distinguiu a imunologista Maria de Sousa, uma das primeiras mulheres portuguesas reconhecidas internacionalmente pelas suas descobertas científicas.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Mulher

A filha do feminismo

Daniela Silva

O insólito, inédito fardo que recai sobre a mulher exige repensar as prioridades valorizadas em sociedade e desafiar o paradigma igualitário que tem inspirado escolhas privadas e orientações políticas

Crónica

Na Caverna da Urgência

António Bento

A principal queixa do homem contemporâneo é a de uma permanente e estrutural sensação de «falta de tempo». Há uma generalização da urgência a todos os domínios da experiência e da existência moderna.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)