Crimes Sexuais

Homicida de Maëlys suspeito de abusos a sobrinha de quatro anos

145

Nordahl Lelandais terá filmado os abusos sexuais. Os investigadores descobriram um novo vídeo no computador de Lelandais, que permitiram identificá-lo. É o quarto caso do qual é suspeito.

Maëlys desapareceu na madrugada de 26 para 27 de agosto, numa quinta na região de Pont-de-Beauvoisin, em França

O autor confesso do rapto e morte de Maëlys de Araújo, a menina lusodescendente que desapareceu em agosto do ano passado, terá abusado sexualmente de uma afilhada e sobrinha de quatro anos, de acordo com o jornal Le Parisien. Nordahl Lelandais terá ainda filmado os abusos sexuais com o telemóvel.

Os investigadores descobriram um novo vídeo no computador de Lelandais, que mostra os abusos sexuais que terão acontecido na sua casa no verão de 2017. O rosto do suspeito não é visível, mas os investigadores estão convencidos de que ele é o autor do filme e dos abusos. De acordo com a advogada da família da criança, não terá havido penetração.

Este é o quarto caso em que Lelandais está envolvido. Além do rapto e homicídio de Maëlys, o homem de 34 anos já era suspeito de ter matado o militar Arthur Noyer e de ter abusado sexualmente uma outra sobrinha de sete anos — um caso descoberto através de um outro vídeo encontrado no mesmo computador. Agora, é também suspeito de abuso sexual de outra sobrinha.

Maëlys desapareceu na madrugada de 26 para 27 de agosto, numa quinta na região de Pont-de-Beauvoisin, em França, a cerca de 85 quilómetros de Lyon. A criança estava numa festa de casamento e foi vista, pela última vez, na sala das crianças. A mãe da menina, prima da noiva, deu por falta da filha quando passavam poucos minutos das 3 horas da manhã.

As autoridades foram chamadas ao local quando, após as primeiras buscas, a criança continuava sem aparecer. Todos os 180 convidados que estavam na festa de casamento foram ouvidos. Também as quase 70 pessoas que estavam noutros salões e bares próximos do local foram interrogadas. Duas pessoas foram de imediato detidas.

Um deles foi Nordahl Lelandais, que era convidado do noivo e descrito como amigo do pai de Maëlys, embora os pais da menina, Joachim e Jennifer de Araújo, tenham negado conhecê-lo. Lelandais terá garantido no interrogatório inicial à polícia que não saiu do local da festa mas outros convidados disseram à polícia que o tinham visto ausentar-se no momento em que a menina terá desaparecido. O detido reconheceu, mais tarde, que mentiu. Lelandais, que já era conhecido da polícia local por “delitos comuns”, entre os quais consumo de drogas, ficou em prisão preventiva, depois de a polícia ter descoberto vestígios de ADN no painel de controlo do carro e o próprio suspeito ter admitido que a menina esteve no interior da viatura.

Em fevereiro, confessou ter matado a menina e colaborou com as autoridades, levando-as ao local do crime para identificar o sítio em que deixou o cadáver. O autor confesso da morte — que também é criador de cães — explicou que Maëlys lhe pediu para ir ver os animais. A caminho, a menina terá ficado assustada e pediu para voltarem para trás, aos gritos. Lelandais contou que, nesse momento, deu “uma bofetada com as costas da mão, violenta, na cara” de Maëlys. Ao ver a menina desmaiada, parou o carro e “constatou que já não respirava”. O corpo da menina luso-descendente foi encontrado após a confissão de Lelandais.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: cbranco@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)