Como seria de esperar, a Skoda vai completar a gama de SUV, o tipo de veículo de que os condutores europeus mais gostam, com um terceiro modelo. E o Kamiq, assim se chama o mini SUV, pretende ser a versão mais pequena e acessível da marca checa, depois do Kodiaq e do Karoq.

Com apresentação prevista para Março, durante o Salão Automóvel de Genebra, e chegada ao nosso país em Setembro, o Kamiq recorre à mesma plataforma, motores e caixas de velocidade dos Seat Arona e Volkswagen T-Cross. Contudo, será ligeiramente maior do que os seus “irmãos” do Grupo VW, com 4,24 metros de comprimento, com a Skoda mais uma vez a posicionar-se nos meios segmentos, ou seja, entre os maiores dos SUV compactos.

De acordo com os desenhos que o construtor revelou, vão existir diferenças importantes em matéria de design, entre o novo Kamiq e os não muito mais antigos Kodiaq e Karoq, com muito provavelmente a Skoda a aproveitar o pequeno SUV para introduzir a nova imagem de marca. Os faróis estão agora montados mais abaixo e na extremidade da carroçaria, fazendo o veículo parecer mais largo, para por cima deles surgir a nova assinatura luminosa, numa solução que faz recordar os Citroën.

Na traseira passam a estar uns farolins mais “rasgados” e prolongados a toda a largura da carroçaria, mais uma vez reforçando a sensação de largura, com os vincos horizontais do painel posterior a completar a nova filosofia.