Futebol

De Neymar a Casillas, as mensagens de apoio ao Flamengo. E as fotos e vídeos do incêndio

471

São várias as mensagens de apoio ao clube brasileiro que inundaram as redes sociais depois do incêndio que provocou a morte a seis jogadores da equipa, nesta madrugada de sexta-feira.

O clube brasileiro do Flamengo está de luto esta sexta-feira, após o incêndio no Centro de Treinos da equipa, no Ninho do Urubu

As redes sociais estão repletas de mensagens de apoio ao Flamengo, depois do incêndio que na madrugada desta sexta-feira, dia 8, fez pelo menos dez mortes e três feridas no Centro de Treinos do clube, em Vargem Grande, na zona Oeste do Rio de Janeiro. Sabe-se já que entre as vítimas mortais estão seis jogadores da formação e quatro funcionários. 

As fotografias publicadas pela Globo mostram a destruição do centro de treinos do Flamengo e há também vídeos que registam o momento em que as chamas consomem parte das instalações.

Nas redes sociais, correm já várias mensagens de solidariedade para com as vítimas deste incêndio e de apoio ao clube do Flamengo. A própria equipa brasileira já se manifestou, tendo publicado no Twitter que estava de luto.

Segue-se uma extensa lista que mostra a onda de solidariedade que se ergueu na rede social Twitter, assim que se deu conta do incidente. Dela faz parte o Fluminense, que disputava o dérbi referente à meia-final da Taça Guanabara, este sábado, no Maracanã, e o Botafogo, um dos maiores rivais do Flamengo.

Entre os clubes portugueses, contam-se mensagens do Sporting e do FC Porto, nomeadamente do guarda-redes do segundo clube, Casillas. O Real Madrid também se manifestou, tendo partilhado um comunicado oficial no Twitter.

Romário deixou igualmente o seu lamento. Agora senador pelo estado do Rio de Janeiro, Romário conta com um passado no clube do Flamengo, onde jogou no final da década de 90, tendo passado também por vários clubes do Rio de Janeiro.

O futebolista Vinicius, atual jogador do Real Madrid, integrou igualmente o Flamengo e não deixa escapar esse facto na sua mensagem solidária para com o clube, lembrando “as noites e dias” que passou naquele Centro de Treinos.

Também o presidente e o vice-presidente do Brasil — Jair Bolsonaro e o general Hamilton Mourão, respetivamente — deixaram a sua mensagem de apoio ao Flamengo na mesma rede social. Bolsonaro publicou uma nota oficial da Presidência da República.

No Instagram, o Flamengo conta com o apoio de jogadores (e antigos jogadores) como Neymar, David Luiz e Zico (que jogou na equipa na década de 70). Este último deixa um comentário de destaque: “uma tragédia dessas não pode passar em branco.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)