Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

As redes sociais estão repletas de mensagens de apoio ao Flamengo, depois do incêndio que na madrugada desta sexta-feira, dia 8, fez pelo menos dez mortes e três feridas no Centro de Treinos do clube, em Vargem Grande, na zona Oeste do Rio de Janeiro. Sabe-se já que entre as vítimas mortais estão seis jogadores da formação e quatro funcionários. 

As fotografias publicadas pela Globo mostram a destruição do centro de treinos do Flamengo e há também vídeos que registam o momento em que as chamas consomem parte das instalações.

Nas redes sociais, correm já várias mensagens de solidariedade para com as vítimas deste incêndio e de apoio ao clube do Flamengo. A própria equipa brasileira já se manifestou, tendo publicado no Twitter que estava de luto.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Segue-se uma extensa lista que mostra a onda de solidariedade que se ergueu na rede social Twitter, assim que se deu conta do incidente. Dela faz parte o Fluminense, que disputava o dérbi referente à meia-final da Taça Guanabara, este sábado, no Maracanã, e o Botafogo, um dos maiores rivais do Flamengo.

Entre os clubes portugueses, contam-se mensagens do Sporting e do FC Porto, nomeadamente do guarda-redes do segundo clube, Casillas. O Real Madrid também se manifestou, tendo partilhado um comunicado oficial no Twitter.

Romário deixou igualmente o seu lamento. Agora senador pelo estado do Rio de Janeiro, Romário conta com um passado no clube do Flamengo, onde jogou no final da década de 90, tendo passado também por vários clubes do Rio de Janeiro.

O futebolista Vinicius, atual jogador do Real Madrid, integrou igualmente o Flamengo e não deixa escapar esse facto na sua mensagem solidária para com o clube, lembrando “as noites e dias” que passou naquele Centro de Treinos.

Também o presidente e o vice-presidente do Brasil — Jair Bolsonaro e o general Hamilton Mourão, respetivamente — deixaram a sua mensagem de apoio ao Flamengo na mesma rede social. Bolsonaro publicou uma nota oficial da Presidência da República.

No Instagram, o Flamengo conta com o apoio de jogadores (e antigos jogadores) como Neymar, David Luiz e Zico (que jogou na equipa na década de 70). Este último deixa um comentário de destaque: “uma tragédia dessas não pode passar em branco.