Rádio Observador

Hospital de São João

Bastonária dos farmacêuticos diz que os serviços noturnos no hospital de São João continuam em risco

Ana Paula Martins disse esta sexta-feira que o Ministério da Saúde já autorizou a contratação de quatro profissionais, mas que na prática "ainda nada aconteceu".

ANTONIO COTRIM/LUSA

A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos disse esta sexta-feira que os turnos noturnos da farmácia do Centro Hospitalar de São João, no Porto, continuam em risco pois a contratação de quatro profissionais não é ainda uma realidade.

“Enquanto não tivermos os farmacêuticos e técnicos para manter a farmácia, o risco permanece”, referiu Ana Paula Martins à margem da assinatura da petição pública “Salvar as Farmácias, Cumprir o SNS”, numa farmácia do Porto.

A responsável frisou que o Ministério da Saúde já autorizou a contratação de quatro profissionais, mas na prática “ainda nada aconteceu”.

A 18 de janeiro, o hospital admitiu que a contratação de farmacêuticos iria permitir assegurar os turnos noturnos da farmácia, depois de anunciar não poder manter o serviço “na plenitude” devido ao “défice” de profissionais.

Na noite anterior, a 17 de janeiro, o hospital de São João, no Porto, encerrara os serviços farmacêuticos durante a noite por falta de pessoal, deixando também de poder dar apoio noturno a grande parte da região. A denúncia foi feita pela Ordem dos Farmacêuticos e comunicada numa carta enviada à ministra da Saúde.

O concurso da “Constituição de Reserva de Recrutamento de Farmacêuticos”, cujas candidaturas deviam ser formalizadas até 12 de fevereiro, irá “facilitar e apressar” o processo de contratação após a autorização, explicou o hospital.

Ana Paula Martins reforçou que se realmente esses quatro farmacêuticos, que o Ministério da Saúde assumiu a responsabilidade de contratar, não forem recrutados, o serviço não poderá continuar.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Toxicodependência

Fernanda Câncio, a droga não é "cool"

Henrique Pinto de Mesquita
3.381

Venha ao Bairro do Pinheiro Torres no Porto. Apanhamos o 204 e passamos lá uma hora. Verá que as pessoas que consomem em festivais não são bem as mesmas que estão deitadas nas ruas do Pinheiro Torres.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)