Rádio Observador

Aston Martin

Aston Martin salta dos 800 cv para 1.000 cv. E 4×4

Enquanto a Aston Martin não inicia as entregas do Valkyrie, o “monstro” equipado com um motor V12 praticamente de competição, eis que cada vez se sabe mais do seu “filho”, o 003. Passa a ter 1.000 cv.

A colaboração entre a Aston Martin e a Red Bull Racing que originou o Valkyrie, cujas entregas vão começar ainda em 2019, vai dar mais frutos. De nome de código 003, este pequeno (mas não muito) Valkyrie foi revelado no Salão de Genebra, no início de Março e agitou desde logo as águas. Não só os clientes que adquirem superdesportivos na casa do milhão de euros ficaram atentos, como a Ferrari, Lamborghini e McLaren também, pois tornou-se evidente que se preparavam para ganhar um concorrente de peso.

Inicialmente o 003 apontava para um motor V6, derivado do 6.5 V12 (cortado ao meio) que anima o Valkyrie, mas que, ao contrário dele que é atmosférico, é soprado por dois turbocompressores. Talvez por ser fácil incrementar a potência de um motor turbo, o V6 do 003, que inicialmente estava pensado para fornecer somente 800 cv, aponta agora mais acima, isto é, para a fasquia dos 1.000 cv. O que o coloca ligeiramente acima da potência dos futuros Ferrari e Lamborghini, esperados apenas para os próximos anos.

As novas informações sobre o superdesportivo da Aston Martin, o AM RB 003 (de Aston Martin Red Bull) referem que o V6 biturbo está acoplado a uma caixa de dupla embraiagem inspirada nos F1, com oito velocidades e um diferencial com autoblocante. Sabe-se agora também que o seu chassi é em fibra de carbono, tal como o Valkyrie, mas pesa apenas 1.350 kg (basicamente um Golf) e possui um sistema híbrido que não só lhe garante um certo número de quilómetros em modo eléctrico, como assegura tracção à frente, mas apenas devido ao motor eléctrico montado no eixo dianteiro, convertendo-o pois num e-4×4.

Com a perspectiva de ter 500 unidades construídas, ao contrário das 150 do Valkyrie (fora as 25 da versão de pista), o 003 deverá ser comercializado por cerca de 900.000€, exigindo “só” 250.000€ para confirmar a encomenda. As entregas a clientes estão previstas para 2021, que vão pagar substancialmente menos (0,9 milhões em vez de 2,8 milhões de euros do Valkyrie) por um modelo ligeiramente mais pequeno e mais leve, mas que pouco perde em potência (aparentemente, não mais de 146 cv).

Pesquisa de carros novos

Filtre por marca, modelo, preço, potência e muitas outras caraterísticas, para encontrar o seu carro novo perfeito.

Pesquisa de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: alavrador@observador.pt
Política

A sobrevivência do socialismo /premium

André Abrantes Amaral

O socialismo é a protecção de um sector contra os que ficam de fora. O desejo de ordem e a desresponsabilização é natural entre os que querem segurança a todo o custo.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)