Cuba

Cuba lança racionamento de produtos básicos perante crise económica

998

O Governo de Cuba anunciou esta sexta-feira o racionamento de produtos básicos no país, que se prepara para enfrentar a pior crise económica em décadas.

Yander Zamora/EPA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

O Governo de Cuba anunciou esta sexta-feira o racionamento de produtos básicos no país, que se prepara para enfrentar a pior crise económica em décadas.

Trata-se de mais uma das medidas de austeridade anunciadas pelo Governo cubano, perante as renovadas pressões dos Estados Unidos, a ineficiência da economia cubana e a crise na Venezuela, o principal parceiro comercial da ilha.

A ministra do Comércio, Betsy Diaz Velázquez, explicou, em declarações à agência estatal de notícias cubana, que serão aplicadas “várias formas de racionamento” para fazer frente à escassez de alimentos básicos.

Neste sentido, produtos e alimentos como frango, sabão, ovos, arroz, feijão serão vendidos em quantidades limitadas, indicou.

A governante atribuiu a medida ao reforço do embargo comercial dos Estados Unidos movido pelo Governo do Presidente Donald Trump.

Cuba importa cerca de dois terços dos seus alimentos a um custo anual de mais de dois mil milhões de dólares e a escassez de produtos básicos é comum na ilha há vários anos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Finanças Públicas

Como evitar um 4º resgate? /premium

Paulo Trigo Pereira

Portugal necessita de mais doze anos (três legislaturas completas) de crescimento económico e de finanças públicas quase equilibradas para sair da zona de risco financeiro em que ainda se encontra.

Brexit

Boris Johnson /premium

João Marques de Almeida

Em Londres, só um louco ou um suicida é que defenderiam o acordo assinado com a União Europeia. Resta saber se os líderes europeus terão a lucidez de reconhecer o evidente: o acordo que existe morreu.

Ambiente

A onda verde na UE e os nacionalismos

Inês Pina

Se hoje reduzíssemos as emissões de CO2 a zero já não impedíamos a subida de dois graus centígrados. E estes “míseros” dois graus vão conduzir ao fim das calotas polares e à subida do nível do mar.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)