A Marinha maltesa anunciou este sábado que resgatou 216 migrantes, entre os quais mulheres grávidas e crianças, que se encontravam a bordo de duas embarcações em dificuldades no mar Mediterrâneo.

Segundo a Marinha, um primeiro grupo foi resgatado na noite de sexta-feira, depois de ter lançado um pedido de socorro por estar a entrar água na embarcação.

Durante a noite, as autoridades de Malta receberam outra chamada de socorro: o patrulheiro que estava a caminho de Valletta, capital de Malta, com os migrantes do primeiro grupo virou-se para socorrer o outro grupo.

A Marinha adianta que entre os migrantes resgatados estão mulheres grávidas e menores desacompanhados.