Março foi um mês à parte, dado que a Tesla, reflexo de uma acumulação extraordinária de encomendas, usufruiu do seu primeiro mês completo de entregas para alcançar números de vendas quase pornográficos, face à concorrência. Em Abril, já mais calmo, as viaturas vendidas caíram de 952 unidades para apenas 437, ainda assim um valor razoável em termos absolutos, que só não foi superior porque as marcas envolvidas não têm os veículos disponíveis para entrega. Na realidade, veículos têm, o que lhes falta mesmo é baterias para lhes dar energia.

Uma análise dos modelos mais vendidos em Abril, de acordo com as informações partilhadas pela UVE, confirma o destaque pelo segundo mês consecutivo do Model 3 da Tesla, desta vez com 82 unidades, à frente do Renault Zoe (70) e do Nissan Leaf (64), seguidos pelos Jaguar I-Pace (46) e BMW i3 (44). De salientar que os únicos Model 3 disponíveis para entrega são o Long Range (59.600€) e o Performance (69.700€), uma vez que o Standard Range Plus (48.900€) está disponível para encomenda mas ainda não para entrega, o que coloca o eléctrico americano muito longe dos Zoe e Leaf, propostos por cerca de 32 e 34 mil euros, respectivamente.

Em termos de marcas, a Tesla lidera de novo o ranking de vendas nacionais, com 118 veículos, incluindo 3, S e X, à frente da Renault (70), Nissan (64) e Jaguar (46). Entre os híbridos plug-in, quem mais vende é a Mercedes, com o E300e (95), seguida da BMW com o 530e (71), Mini com o Countryman PHEV (64), a Mitsubishi com o Outlander PHEV (35) e BMW 225 xe Active Tourer (30).