O novo Defender tem feito correr alguma tinta. Não que abunde a informação acerca da nova geração do icónico todo-o-terreno, mas sim porque a Land Rover abraçou uma estratégia que se apoia na divulgação de dados “a conta-gotas”. Depois de ter escapado uma foto que mostra o interior do jipe inglês, a marca fez saber que o novo Defender será apresentado algures em Setembro. Isto, apesar de já ter entrado ao serviço da protecção dos animais e de ter sido a estrela num encontro com o príncipe Harry. Sempre camuflado.

A novidade, agora, é a confirmação de que nem o mais “durão” dos Land Rover se vai livrar de dar o seu contributo para baixar as emissões de CO2 do fabricante, que é (tal como a Jaguar) controlado pelos indianos da Tata. Em jeito de antecipação, ou talvez para dar tempo a que os indefectíveis do modelo se vão habituando à ideia, a Land Rover adianta que o emblemático todo-o-terreno prevê versões electrificadas. Ou seja, a par da habitual família de motores Ingenium, a gasolina e diesel, o futuro Defender contará com uma solução mild hybrid, em que a mecânica é apoiada por um sistema eléctrico de 48V. Confirmada está igualmente a inclusão de um híbrido plug-in na gama de motorizações, o que significa que o Defender vai conseguir percorrer, pelo menos, 50 km em modo exclusivamente eléctrico.

A próxima geração do 4×4 inglês, que a Land Rover quer vender como nunca, é montada sobre a Modular Longitudinal Architecture, uma nova plataforma que obrigou a prescindir da tradicional construção de longarinas, em prol de um chassi monobloco, capaz de acomodar a electrificação. Os eixos rígidos cedem lugar a uma suspensão traseira independente, com barra estabilizadora e sistema pneumático, num conjunto em tudo semelhante ao do Discovery. Por isso, não é de estranhar que o plano seja produzi-los lado a lado, em Nitra, na Eslováquia.

Porém, não vai haver apenas “um” Defender. Enquanto todo o mundo aguarda pelo que sairá das linhas de produção eslovacas, os chineses terão direito ao seu próprio Defender, que será produzido localmente, de acordo com especificações exclusivas para esse mercado.