Rádio Observador

País

Algas vermelhas aparecem na ponta direita da praia de Carcavelos. Bandeira vermelha içada nessa zona

184

O aparecimento de algas vermelhas levou as autoridades a proibir os banhos na ponta direita da Praia de Carcavelos, devido aos riscos de exposição às algas.

Na ponta direita da praia de Carcavelos estavam ainda duas bandeiras vermelhas içadas, às 17h45 desta quinta-feira, 20 de junho

Inês Ameixa / Observador

(Atualizado às18h10) 

O aparecimento de algas vermelhas em “alguns setores” da praia de Carcavelos, esta quinta-feira, obrigou as autoridades locais a proibirem os banhos numa zona restrita da área balnear. A bandeira vermelha foi içada “preventivamente” nas zonas balneares “onde se verifica a presença” das algas, dado que o contacto com estas “causa urticária”, informa a Câmara Municipal de Cascais no seu site oficial.

A autarquia cascalense lembra que este “é uma situação comum em diversas praias do país e é conhecido como fenómeno de upwelling — subida das águas subsuperficiais, ricas em nutrientes”.

Em grande parte da área da praia de Carcavelos, o acesso aos banhos não está proibido, com bandeiras amarelas e até verde na maior parte da área balnear. Em quase toda a praia há banhistas e surfistas na água, apurou o Observador no local. A exceção é a ponta direita da praia, onde estavam às 17h45 duas bandeiras vermelhas içadas.

Embora o upwelling esteja confirmado em secções da praia de Carcavelos, e também do Tamariz, por precaução (…) foi decidido hastear a bandeira vermelha”, informou a Câmara Municipal.

A situação foi avaliada pela Capitania do Porto de Cascais, a Polícia Marítima, o corpo de Nadadores Salvadores, a Agência Portuguesa do Ambiente e a Câmara Municipal de Cascais”, detalhou a autarquia.

Esta segunda-feira, as praias algarvias entre a Ilha do Farol (Faro) e a Vilamoura (Loulé) tinham sido interditas a banhos, após o surgimento de uma mancha vermelha na água. A mancha foi provocada de um tipo específico de algas, os dinoflagelados, que pertencem ao plâncton marinho e que podem viver também em água doce.

[As imagens do perigoso mar de algas que cobriu o Algarve:]

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: gcorreia@observador.pt
Ministério da Educação

Um mau serviço à Educação

Carlos Fiolhais
115

Os governantes que na prática fecharam o Colégio da Imaculada Conceição, prestando um mau serviço à educação, desconhecem provavelmente os contributos dos Jesuítas para o ensino, a ciência e a cultura

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)