Rádio Observador

Crianças

E agora, o que é que faz aos miúdos? Temos 20 ideias para ocupá-los durante as férias

155

São atividades de ciência, culinária, desporto, dança, teatro, música, arte, animais e até yoga e meditação. Porque ocupar crianças em tempo de férias pode ser uma tarefa difícil, temos 20 sugestões.

Museus, academias de cozinha, escolas de dança, teatros, jardins zoológicos e laboratórios -- 20 sítios para ocupar os miúdos nas férias

Ana Dias e Teodora Boneva/Museu Coleção Berardo

É uma disparidade social com a qual temos de viver — as férias de verão das crianças são desproporcionalmente mais longas do que as nossas, o que faz com que a necessidade de lhes ocupar o tempo seja uma preocupação recorrente nesta altura do ano. Da ciência à vida selvagem, do teatro e da dança à arte contemporânea, passando pela culinária, as soluções chegam sob a forma de cursos, workshops, clínicas e oficinas. Entre Lisboa e o Porto, reunimos 20 sugestões para ocupar os mais pequenos nas próximas semanas. Tome nota.

Academia de Verão no Clube de Minigolfe do Porto

Terças e quintas-feiras de julho, das 9h às 12h. Jardim do Passeio Alegre. Entrada livre mediante inscrição

Eis um programa de férias que provavelmente nunca lhe passou pela cabeça. Durante este mês, o Clube de Minigolfe do Porto, instalado no Jardim do Passeio Alegre, programa aulas para crianças entre os 6 e os 15 anos. Não é a mais exigente das modalidades, é certo, mas o acompanhamento de um professor de educação física garante que, pelo menos, a postura e a pontaria chegam ao fim do verão bem treinadas.

Campos de Férias The Inventors

Até ao fim de julho. Vários locais. Preços: de 99 a 149 euros

E se estas férias de verão servissem para dar explorar o inventor dentro de cada criança. O nome The Inventors diz tudo e o programa para este mês divide-se por 20 localidades de todo o país (Funchal incluído). Em Lisboa, o Creation Lab quer pôr os miúdos a construírem pequenos circuitos eletrónicos e carros de corrida, entre outras engenhocas. No Porto, o Challenge Lab vai desafiá-los a explorarem o delicioso mundo do chocolate, mas também o universo dos anúncios publicitários. Atenção, as vagas para estes dias intensivos costumam voar.

The Inventors © Divulgação

Oficina de verão do Teatro Nacional São João

De 8 a 12 e de 15 a 19 de julho, das 9h às 18h. Teatro Carlos Alberto, Rua das Oliveiras, 43, Porto. Preço: 70 euros

Até rima. Os próximos dias vão ser passados em cima do palco, numa agenda de verão programada pelo Teatro Nacional São João, mas que decorre no Teatro Carlos Alberto, também no Porto. A primeira leva já arrancou, mas ainda vai a tempo de inscrever os mais crescidos. A segunda semana de julho está reservada a crianças dos 10 aos 13 anos. A partir de dia 15, recebem-se os chamados adolescentes, entre os 14 e os 18 anos. Todos são convidados a explorar as várias vertentes da criação teatral — escrita, representação e movimento –, sob a orientação de Marta Freitas, atriz, dramaturga, encenadora, professora e diretora artística da companhia Mundo Razoável.

Escrita Criativa para Crianças na Escrever Escrever

De 15 a 18 de julho, das 14h às 16h. Largo do Calhariz, 17, 1º esquerdo, Lisboa. Preço: 82 euros

Desenvolver a escrita, uma ferramenta e uma arte, fica mais fácil quando se recorre a jogos de tabuleiro. É esta a proposta da Escrever Escrever, que está prestes a arrancar com mais um curso de escrita criativa para crianças dos 7 aos 11 anos. Desbloquear a criatividade, estimular a imaginação e ajudar a perceber que escrever pode ser divertido são os principais objetivos do curso.

Oficinas no Museu do Oriente

Até 9 de agosto, de segunda a sexta-feira, das 10h às 13h e das 14h30 às 17h30. Avenida de Brasília, 352, Lisboa. Preço: 10 euros

No Museu do Oriente, as férias de verão são aquilo a que podemos chamar um programa intensivo. As manhãs estão reservadas às crianças dos 4 aos 6 anos. Música, marionetas, origami, histórias de povos longínquos, papagaios de papel e até animais de estimação fazem parte do pacote para introduzir os mais pequenos às maravilhas culturais do Oriente. À tarde, o museu recebe a faixa etária que vai até aos 12 anos, logo, o plano curricular é mais exigente. A agenda inclui atividades em torno de lendas ancestrais, ópera, ícones da história mundial e religião. Há ainda jogos tradicionais orientais, provas de orientação e mais música.

Museu do Oriente © Divulgação

Férias Debaixo de Água no Oceanário de Lisboa

Até 13 de setembro, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 18h. Parque das Nações, Lisboa. Preço: 40 euros por dia (com pacotes)

Animais, artes plásticas, drama, investigação, passeios de barco (dos 4 aos 9 anos) e aulas de canoagem (no caso de crianças entre os 10 e os 12 anos) — afinal, o verão do Oceanário é muito grande e há tempo que chegue para tudo. Este programa de férias é organizado em ciclos de dez dias temáticos. Fora do Oceanário, também há coisas para fazer, nomeadamente visitar os Jardins da Água, fazer um piquenique na relva, andar de teleférico, entre outras propostas. Não tem de se preocupar com o almoço, o Oceanário tem o seu próprio menu.

Férias no Zoo

Até 13 setembro, de segunda à sexta, das 9h às 17h45. Sete Rios, Lisboa. Preços: 45 euros por dia (com pacotes)

Continuando na temática férias e fauna, como contornar o Jardim Zoológico de Lisboa? Sim, porque aí ninguém tira férias. Os ateliers, reservados a miúdos dos 3 aos 5 anos, e o ATL, onde a admissão vai até aos 16 anos, prolongam-se até meados de setembro, ou seja, há tempo que chegue para ficar a conhecer todas as espécies com morada em Sete Rios. Através de jogos e de exercícios de expressão plástica e de expressão corporal, os mais novos são introduzidos a conceitos como a biodiversidade e a conservação das espécies. Às sextas-feiras, no final do dia, os pais são convidados a assistir a uma apresentação dos trabalhos desenvolvidos durante a semana. Enquanto isso, a agenda dos mais crescidos dedica-se a conhecer as várias famílias de animais — mamíferos marinhos, mamíferos terrestres, répteis e anfíbios e aves. O tema da conservação também está incluído.

Clínicas de Férias na The Blue Room

De segunda a sexta-feira, das 9h30 às 18h. Avenida Marginal, 6240, São João do Estoril. Preço: 170 euros por semana

Uma semana a surfar parece ser o compromisso perfeito entre umas férias na praia e um curso de verão. Neste caso, a sugestão é mesmo a escola do campeão Frederico Morais, em plena linha de Cascais — The Blue Room. As clínicas destinam-se a crianças a partir dos 6 anos, as aulas já incluem o material necessário, só tem de se preocupar com a lancheira para o almoço. Convém que os pequenos atletas estejam bem alimentados, até porque nunca se sabe de onde sairá o próximo campeão.

The Blue Room © Divulgação

Ateliers intensivos no Petit Chef

Até 12 de setembro, de segunda a quinta-feira, das 9h às 17h. Avenida D. João I, loja 8, Oeiras. Preço: 180 euros (quatro dias)

Mais uma sugestão para pôr os miúdos à volta dos tachos, desta vez na academia da chef Joana Byscaia, que se foi especializando em ensinar os mais pequenos a cozinhar. Entre os 7 e os 14 anos, os alunos vão aprender as bases da cozinha, os passos fundamentais para uma alimentação saudável e ainda umas quantas receitas deliciosas que combinam tudo o resto, sem esquecer a sobremesa, claro. No Parque das Nações, em Lisboa, existe uma alternativa para crianças entre os 10 e os 16 anos. É de terça a sexta-feira, só de manhã e tem um custo de 140 euros.

O verão é um musical na EDSAE

Até 23 de agosto, de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h. Rua Silva Carvalho, 321, loja M, Lisboa. Preço: 198 euros por semana

Este programa até alguns adultos gostavam de fazer. Na EDSAE – Escola de Dança e Teatro Musical, não há tempo a perder, sobretudo porque as vagas estão a voar e porque, até 23 de agosto, todas as semanas estão mais do que planeadas com temas. Mas não são uns temas quaisquer, são musicais. A lista inclui Mamma Mia, Highschool Musical, The Greatest Showman, O Regresso de Mary Poppins e Assim Nasce uma Estrela.

MasterKids na Academia Time Out

Dia 20 de julho, às 16h, e dias 21 e 28 de julho, às 11h. Avenida 24 de Julho, 49, Lisboa. Preço: 25 euros

Pode sempre tirar partido dos dotes culinários dos mais novos ou, pelo menos, ajudar a desenvolvê-los. Na Academia Time Out, há sessões a pensar no ócio estival da criançada e a próxima acontece no dia 20 de julho, dedicada a uma iguaria que tem tudo para se tornar um clássico da carta lá de casa — bolachas recheadas com gelado. No dia seguinte, o workshop MasterKids viaja até ao México e ensina os miúdos a fazer tacos. No dia 28 de julho, as tartes de verão vão contar com uma longa lista de ingredientes.

Academia Time Out © Divulgação

Campos de Férias Científicos da Science4you

Até 6 de setembro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h30. Rua Paulo da Gama, 551, Porto. Preços: 37 euros por dia e 175 euros por cinco dias

A nomenclatura dos exercícios científicos propostos pela Science4you é digna de nota — explosão de galáxias, monstro do esgoto, poia peganhenta, espuma de gás de arrotos, massa maluca, sangue de dragão, sangue azul brilhante e por aí fora. Curioso? Agora imagine os miúdos. Com programas semanais, a marca portuguesa de brinquedos científicos já é uma escolha recorrente de muitas famílias na hora de ocupar os mais pequenos durante as férias de verão. Além do Porto, a Science4you também está em Lisboa, no Parque das Nações. As inscrições estão abertas para crianças entre os 6 e os 13 anos e incluem almoço, lanches e alguns materiais indispensáveis a estas experiências avançadas.

Campo de Férias na Quinta Pedagógica Armando Villar

Até 30 de agosto, de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h. Caminho da Quinta das Patinhas, Cascais. Preços: 30 euros por dia; 125 euros por semana

Natureza, jogos de grupo, uma piscina, um pomar, ovelhas, cabras, burros, galinhas, patos, perus e coelhos, fora a fauna selvagem que, pela proximidade do Parque Natural Sintra Cascais, volta e meia, dá um ar da sua graça. Tratar dos animais da quinta é só uma parte do programa — há ateliers de horticultura, expressão corporal e artística, um cinema rural e mais um punhado de de sugestões para ocupar os mais pequenos (entre os 4 e os 11 anos) nestas férias passadas no campo.

Férias no Museu Coleção Berardo

Até 6 de setembro, de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 17h30. Praça do Império, Lisboa. Preços: 105 euros por semana (65 euros na semana do 15 de agosto)

A arte e a imaginação, duas coisas que convém incutir e estimular desde tenra idade. Por essas e por outras é que o Museu Coleção Berardo dedica mais de dois meses a cursos semanais, uns para crianças dos 4 aos 6 anos, outras para um público dos 7 aos 13 anos. Das colagens e pinturas às reflexões e expressão corporal, espera-os um verão em cheio.

Museu Coleção Berardo © Francisca Correia do Vale

Histórias, batuques e um piquenique na Baobá

Sábados, de 6 a 27 de julho, às 10h30. Rua Tomás da Anunciação, 26B, Lisboa. Entrada livre

É certo que, ao sábado, o impulso de ir para a praia pode falar mais alto. Ainda assim, e como o tempo não anda famoso, mais vale ter um plano b. A livraria Baobá dedica as manhãs a entreter (e a estimular) os mais pequenos — com uma pequena piscina no terraço, instrumentos musicais improvisados, rimas e um piquenique para levar os avós. Sempre com livros à mistura, claro.

Férias Mindful Kids

Até 26 de julho, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Rua Clube dos Caçadores, 112, Vila Nova de Gaia. Preços: 20 euros por dia; 85 euros por semana

Uma casa, um jardim e uma equipa investida em proporcionar atividades que conectem as crianças à natureza que os rodeia. A proposta é do programa educacional ImaginaSer e o espaço em questão é a Casablanca112, em Gaia. Durante o mês de julho, a agenda inclui yoga, meditação, jardinagem, arte na natureza, expressão criativa, teatro e culinária.

Férias com Ciência

Até 6 de setembro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Parque das Nações, Lisboa. Preços: de 40 (um dia) a 160 euros (cinco dias)

Se o engenho pender para a ciência, então o Pavilhão do Conhecimento é o destino ideal para umas férias bem passadas. Entre robôs, microscópios, organismos vivos e reações químicas, existem dois programas disponíveis — um para crianças de 6 e 7 anos, outro para miúdos entre os 8 e os 12 anos. Desafiados a vestirem a pele de exploradores, cientistas e inventores, podem fazer uma experiência de um dia ou alinhar numa semana inteira. O pacote inclui almoço.

Pavilhão do Conhecimento © Divulgação

Férias de Verão em Serralves

Até 30 de agosto, de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 12h30 e das 14h às 17h. Rua de Serralves, Porto. Preços: de 70 a 175 euros

Em Serralves, não há criança que se aborreça. As inscrições estão abertas a todos os miúdos entre os 4 e os 12 anos e as próximas semanas vão ser ocupadas com oficinas em torno da arte contemporânea, passeios pelo parque, aulas de culinária sustentável, lições de ciência e vida animal, histórias, contos, cinema e até com um curso de iniciação à equitação. Uma coisa é certa: a Fundação de Serralves é demasiado grande para se esgotar num só dia de férias, por isso mesmo o programa só inclui oficinas de quatro e cinco dias. O almoço está incluído, no caso das crianças que têm oficinas de manhã e à tarde.

Campos de Férias e Verão no Zoo de Santo Inácio

Até 16 de agosto, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Rua 5 de Outubro, 4503, Avintes. Preços: 21 euros por dia

Os animais de um jardim zoológico estão sempre de férias, é um facto, mas a eles junta-se agora um magote de miúdos entre os 6 e os 13 anos, para ajudá-los a passar o tempo — um bocado como a aquele ideia dos animais de companhia mais ao contrário. Dias em cheio é o que se pode esperar da agenda do Zoo de Santo Inácio para estas férias. Há momentos dedicados a espécies como os cangurus, os rinocerontes, os hipopótamos, leões, pinguins e lontras, sem esquecer a sensibilização para a proteção dos ecossistemas. Sabe qual é o maior roedor do mundo? É que também faz parte deste plano de férias.

Laboratórios artísticos no Museu Gulbenkian

Até 6 de setembro, de segunda a sexta-feira, das 10h às 13h e das 14h30 às 17h30. Avenida de Berna, 45A, Lisboa. Preços: 95 euros por semana

Decrescer, sonhar e construir — são estes os verbos que orientam os laboratórios de verão do Museu Gulbenkian. Estimular o pensamento e a criatividade é um exercício constante para crianças entre os 5 e os 15 anos. Cada um dos temas, subdivide-se em grupos etários menores para que os níveis de exigência possam ser adequados à idade de cada um. A inscrição não inclui almoço, esse deve vir de casa e, de preferência, ser preparado a pensar num belo piquenique. Relva é coisa que não falta.

Fundação Calouste Gulbenkian © Divulgação

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mgoncalves@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)