Rádio Observador

Europa

Bolsas europeias em queda entre tensões comerciais e à espera de indicador alemão

Pelas 9h (hora de Lisboa), Paris recuava 0,11%, Frankfurt caía 0,21%, Madrid perdia 0,20%, Milão 0,19% e Lisboa descia 0,19%, com o EuroStoxx 600 a descer 0,26% para 370,34 pontos.

O euro, por seu turno, transacionava-se a cair para 1,112 dólares nos principais mercados europeus

MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

As bolsas europeias estão esta segunda-feira a negociar no vermelho, tendo por pano de fundo a guerra comercial entre os Estados Unidos e a China, a debilidade da economia germânica e a situação na Itália.

Pelas 9h (hora de Lisboa), Paris recuava 0,11%, Frankfurt caía 0,21%, Madrid perdia 0,20%, Milão 0,19% e Lisboa descia 0,19%, com o EuroStoxx 600 a descer 0,26% para 370,34 pontos.

No dia em que a praça de Londres está encerrada por ser feriado (‘Summer Holiday’), os investidores vão reagir, segundo os analistas, às posições do Presidente norte-americano, Donald Trump, apresentadas na sexta-feira, sendo que estão a denotar uma maior aversão às ações mais voláteis e com maior risco.

As tensões sobre a escalada da guerra comercial entre os Estados Unidos e a China continuam a preocupar os investidores, bem como a situação na Itália, além de aguardarem pela divulgação do índice germânico IFO, pois estão apreensivos em relação à evolução da maior economia da Europa e ao abrandamento da economia global, salientaram os analistas.

Os investidores estarão também atentos à evolução do setor automóvel, que é um dos setores que lideram a atividade manufatureira na Alemanha e poderá influenciar a entrada da economia germânica numa fase de recessão técnica se tiver um outro trimestre consecutivo de contração.

O euro, por seu turno, transacionava-se a cair para 1,112 dólares nos principais mercados europeus.

As praças asiáticas fecharam em baixa, como o Nikkei japonês a recuar 2,17%, o Hang Seng a perder 2,94%, depois de Wall Street também ter fechado em queda na sexta-feira, com recuos 2,37% no caso do Dow Jones Industrial e de 3,15% no Nasdaq.

O barril de Brent, que serve de referência na Europa, vendia-se a 59,25 dólares, menos 0,13% do que no fecho da sessão de sexta-feira.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)