O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou esta quinta-feira que Elisa Ferreira é “um nome muito bom” para representar Portugal na Comissão Europeia, tendo “uma experiência europeia de excelência”.

“Tem uma experiência europeia de excelência, como deputada e no conhecimento dos assuntos europeus”, afirmou o Presidente em declarações aos jornalistas depois visitar a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (mórmon), em Lisboa.

Marcelo Rebelo de Sousa destacou também o domínio de temas de economia, finanças, ambiente, sustentabilidade, os fundos, a coesão e a reforma, no currículo da ex-ministra. Sobre o eventual pelouro que Elisa Ferreira irá ocupar, o Presidente disse apenas que esta “experiência variada” permitirá desempenhar funções num pelouro que junte várias destas dimensões.

Perante a insistência dos jornalistas, o Chefe de Estado respondeu: “Acho que é um ótimo pelouro para Portugal”.

Na terça-feira, o primeiro-ministro, António Costa, anunciou que escolheu a ex-ministra Elisa Ferreira para comissária europeia e que já o comunicou à nova presidente da comissão, Ursula von der Leyen.

Elisa Ferreira continuará como vice-governadora do Banco de Portugal, enquanto decorrer o processo para comissária europeia, e até ser substituída o governador distribuirá os seus pelouros pelos outros administradores, disse esta quinta-feira o banco central.

Elisa Ferreira é administradora do Banco de Portugal desde 2016, vice-governadora do Banco de Portugal desde setembro de 2017. Antes, foi eurodeputada e fez parte dos dois governos de António Guterres (PS).

No Banco de Portugal é responsável pelo Departamento de Supervisão Prudencial e é a representante do Banco de Portugal no Conselho de Supervisão do BCE, entre outras funções.