A passagem do furacão Lorenzo nos Açores, em 2 de outubro, provocou prejuízos de cerca de 330 milhões de euros, anunciou esta segunda-feira o presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro.

“No total, o furacão Lorenzo provocou um prejuízo cujo valor se aproxima dos 330 milhões de euros em várias ilhas dos Açores, em áreas como infraestruturas portuárias e de apoio à atividade portuária, rede viária e outros equipamentos públicos, na habitação, nas pescas, na agricultura e no sector empresarial privado“, afirmou o líder do executivo regional, em conferência de imprensa, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel.

A passagem do furacão no arquipélago dos Açores provocou mais de 250 ocorrências e obrigou ao realojamento de 53 pessoas.