O banco EuroBic vai processar a antiga eurodeputada Ana Gomes, confirmando-se assim uma ameaça que já tinha sido explicitada por Fernando Teixeira dos Santos, presidente do Conselho de Administração daquela instituição financeira.

“Ao contrário do afirmado e insinuado pela Dra. Ana Gomes, o EuroBic não participa em qualquer circuito de branqueamento de capitais e cumpre com toda a legislação vigente relativa à prevenção de branqueamento de capitais. Além disso, é uma instituição financeira transparente e ativamente supervisionada pelas entidades de supervisão competentes”, pode ler-se num comunicado da EuroBIC.

Ana Gomes afirmou num tweet  que Isabel dos Santos “lava [dinheiro] que se farta” e sugeriu que a filha do antigo Presidente angolano Eduardo dos Santos usa o banco português EuroBic, onde é acionista, para esconder a origem do seu dinheiro.

Num outro tweet, a ex-eurodeputada Ana Gomes afirmou ainda que Isabel dos Santos usa o Eurobic para fazer circular o dinheiro e que o “Banco de Portugal e o Banco Central Europeu assobiam para o ar“.

As publicações de Ana Gomes foram feitas no seguimento de uma entrevista de Isabel dos Santos divulgada pela Lusa no dia 14 de outubro. Na entrevista, a filha do ex-presidente angolano José Eduardo dos Santos falou sobre a origem dos seus investimentos, salientando serem totalmente privados, o que a levou a criar muitas dívidas.