O Natal é quando o Homem quiser e sair para ir comer fora com os amigos pode ser feito a qualquer altura. Porém, é por este momento do ano que os habituais jantares de grupo começam a ser combinados em catadupa. Os amigos do trabalho, os amigos da escola, os clientes, a família mais afastada, os colegas do ginásio: Todo e qualquer grupo social quer juntar-se para comer e beber (nalguns casos até se mete ao barulho o tal “Amigo Secreto”…) e é precisamente por causa disso que surge a seguinte lista de espaços onde pode vai poder beber uns copos e comer bem na companhia de uma ou mais pessoas que seguramente terão ou uma bandolete com hastes de rena em pelúcia ou o sempre fiável chapéu de Pai Natal enfiados na cabeça.

Para simplificar o decorrer do resto do mês e todas as outras combinações que nele nunca param de aparecer, sugere-se também uma mão cheia de espaços onde passar a quadra longe da confusão e da cozinha de casa bem como programas para uma passagem de ano com o garfo na mão. De modo geral, vai encontrar nas linhas que se seguem um apanhado de sítios onde pode organizar os jantares do pré-Natal, a consoada e o até o fim de ano. É uma guia completo para lhe simplificar a agenda nestes dias de correria que aí chegam.

– Para juntar colegas, amigos e companheiros –

Olhó Bacalhau

Rua dos Mastros, 28, Lisboa; 932 679 313; A partir de 25€ por pessoa

Natal sem bacalhau não é bem Natal, pois não? Esta pequena casa é um novo acrescento à marca Terra do Bacalhau, que se especializa no comércio deste tipo de peixe, e tem preparado um menu para todos os grupos que procurem este cantinho na orla do Cais do Sodré, em Lisboa. Nele estão incluídos pratos como um snack de peles de bacalhau crocante com azeitonas, conserva de bacalhau com escabeche de pimentos, pastéis de bacalhau com molho tártaro, torricado de bacalhau, lombo de bacalhau confitado com batatas a murro e cebolada ou até opções mais doces como um “pijaminha” de ovos moles, bolo de noz e toucinho do céu, tudo isto com o preço base de 25 euros por pessoa, com mais 17,50€ se quiser juntar à comezaina o acompanhamento de vinhos.

Ikeda

Rua do Campo Alegre, 416, Porto; 915 499 363; A partir de 85€ por pessoa

Por que não fugir ao tradicional e fazer uma refeição natalícia de inspiração japonesa? É precisamente uma experiência deste género que o restaurante nipónico Ikeda, no Porto, sugere para grupos entre 8 e 10 pessoas. É na sala privada do restaurante, onde não faltam pequenos luxos como o sistema de som que pode ser controlado por Bluetooth, de acordo com as escolhas dos comensais, que decorre esta experiência que o restaurante descreve como sendo “imersiva” no que à cultura japonesa diz respeito. Isto acontece porque nesta divisão os convidados têm de se descalçar antes de se sentarem no chão como é hábito na Terra do Sol Nascente. A experiência conta com um sushiman privado, dedicado apenas a servi-lo a si e aos seus. Os menus tanto podem ser pré-definidos (fica a 85€ por pessoa) como podem depender daquilo que o sushiman queira fazer no momento, consoante os produtos mais frescos desse dia (preço por pessoa acresce para os 100€). Tudo o que seja bebidas é sempre calculado à parte.

Fortaleza do Guincho

Praia do Guincho, Cascais; 214 870 491; A partir de 753 por pessoa

O restaurante e hotel Fortaleza do Guincho é um dos mais clássicos e conceituados espaços de restauração do país e mantém uma estrela Michelin há pelo menos 14 anos, mesmo já tendo mudado de chefs algumas vezes ao longo do caminho — quem por lá brilha neste momento é o jovem Gil Fernandes, sucessor de Miguel Rocha Vieira. A bitola do que aqui é feito mantém-se sempre a um nível elevado mas isso não invalida que um grupo de no mínimo 10 pessoas aqui possa fazer um jantar de natal com os amigos mais adeptos do mundo do “fine dining”. Entre os dias 1 de dezembro e 15 de janeiro vai ser possível provar aqui um de dois tipos de menu personalizados que podem ter três (75€) ou quatro (95€) pratos e são feitos sempre com aquilo que de mais fresco chegar às cozinhas desta antiga fortificação. As reservas devem ser feitas com, no mínimo, dez dias de antecedência e este programa não está válido para os dias 24, 25 e 31 de dezembro bem como o dia 1 de janeiro, isto porque para essas datas o restaurante terá outros menus mais específicos.

Soão Taberna Asiática

Avenida de Roma, 100, Lisboa; 210 534 499; A partir de 45€ por pessoa

O Sõao já se estabeleceu como um dos melhores restaurantes asiáticos de Lisboa e por isso mesmo não é de estranhar que tenha preparado uma surpresa fora do normal para celebrar esta quadra natalícia. Como a quadra em si não tem grande representação cultural nestes países, o restaurante lembrou-se de adaptar o cenário e propor a celebração do Dongzhi Festival, uma data especial, principalmente na China, em que se celebra o solstício de inverno. No prato, isto traduz-se então num menu especial, só com iguarias típicas desta festa asiática, onde se encontram pratos como a chamuça asiática de cabra Keema; o dim sum de champanhe, lavagante e gamba Harg Gow; e a Tung Tong de frango e castanha de água. No capitulo dos pratos mais substanciais há o rolo de salmão com abacate e camarão, a sopa wonton de pato ( um clássico da cozinha chinesa, com caldo de pato, e wontons com recheio de pato), um caril vermelho com peixe do dia e finalmente, para um momento mais doce, há as Tang Yuan, bolinhas feitas de farinha de arroz glutinoso com recheio de sésamo e que são servidas em xarope aromatizado com gengibre, anis e canela. Este é o menu completo que só está disponível para grupos de entre 6 e 14 pessoas e que já tem incluído uma garrafa de vinho para cada duas pessoas, cerveja, água e chás. Isto é ma opção disponível apenas por reserva e válida nos dias entre 8 de novembro e 24 de dezembro.

Caves Cálem

Avenida Diogo Leite, 344, Vila Nova de Gaia; 916 113 451; A partir de 48€ por pessoa

Se jantar numa autêntica cave de vinho do Porto lhe parece uma boa ideia (original, no mínimo), saiba que esse cenário pode muito bem ser escolhido para um jantar pré-natalício de amigos nas Caves Calém, casa de um dos mais antigos produtores deste famoso néctar. Ora se for essa a sua decisão saiba que a noite pode começar com um cocktail de boas-vindas e os já tradicionais salgadinhos e folhados. Quem manda na cozinha desta casa é o chef António Vieira e é ele que decide tudo o que vai parar aos pratos, sempre de acordo com aquilo que de melhor houver para comer nesse dia. Para ter uma ideia, entre pratos principais e entradas, encontra sugestões como o aveludado de abóbora com amêndoa, o caldoso de peixe e marisco, as bochechas de porco preto com migada de batata e muitas outras variantes. Nos doces há o tradicional da quadra, claro — bolo-rei, rabanada e leite-creme. Em casa de vinhos obviamente que o seu copo não ficara vazio e isso quer dizer que a par dos pratos vai lhe sempre ser apresentado um pairing rico e variado. Os que foliões que quiserem prolongar a festa podem também pedir a opção de adicionar à festa um buffet de sobremesas e o sempre animador (e perigoso) bar aberto. Finalmente, resta sublinhar que os preços por pessoa deste repasto começam nos 48€ (varia consoante as opções de menu que se escolher) e, por cada 15 participantes, há uma garrafa de vinho do Porto 10 anos para sortear, oferta da casa. A reserva… Essa é sempre obrigatória.

– Para uma consoada e/ou dia 25 sem confusão na cozinha –

Hotel Belmond Reid’s Palace

Estrada Monumental, 139, Funchal (Madeira); 291 717 171; A partir de 130€ por pessoa

Cansado do frio de Portugal Continental? Interessado em simplesmente sair de casa e lançar-se numa experiência nova? Pois bem, seja qual for a situação, nos restaurantes do histórico hotel madeirense Belmond Reid’s Palace há uma extravagante noite de gala preparada para o dia 25 de dezembro que lhe pode proporcionar um Natal digno de conto de fadas. É no salão nobre desta casa centenária que dia 25 todos se vão vestir a preceito para experienciar o menu especial criado pelo chef Luís Pestana, que tem uma  no estrela Michelin no restaurante de fine dining da casa, o William. O serão começa com a entrada, o duo de lavagante e gamba com tomae confitado e funcho crocante, e daí passa para consommé de galinha regional biológica com um duo de trufas. Finalmente segue-se para o prato de peixe, um robalo com caviar e maracujá acompanhado de pimentão fumado, para logo depois surgir o guloso prato de carne, o supremo de peru recheado com couve roxa, castanhas e laranja. A sobremesa é um turron de tangerina e chocolate. Tudo isto custa 170€ por pessoa, já com uma vasta seleção de vinhos incluída. Na noite de 24, para que saiba, está previsto um jantar formal em registo buffet, também na mesma sala de baile, onde o champanhe não vai parar de jorrar para o seu copo — o preço é de 130€ por pessoa.

Largo do Paço

Hotel Casa da Calçada, Largo do Paço, 6, Amarante; 255 410 830; A partir de 65€ por pessoa

Ora aqui está mais uma opção “Michlein” para uma época natalícia diferente. Nos dias 24 e 25 de dezembro, a casa onde o chef Tiago Bonito segura um destes astros gastronómicos vai mudar de cara para proporcionar aos seus clientes uma noite diferente. Em vez dos menus de degustação vão reinar faustosos buffets super completos e cheios, mesmo cheios de variedade. Começando pela ceia de Natal, de dia 24 (65€ por pessoa com bebidas, crianças entre os 4 e os 12 pagam 30€), conte com uma seleção de entradas frias com mais de 10 sugestões onde se encontram pratos que vão do feijão vermelho com lombo fumado e hortelã à bola de carne fumadas. Depois deste repasto inicial seguem-se os clássicos como a canja de galinha perfumada com hortelã, o bacalhau da consoada, o polvo à Minhota ou até o capão com batata assada e arroz, tudo terminando com mais um verdadeiro “pijaminha” de 12 sobremesas onde não falta o tradicional bolo-rei, os coscorões, as rabanadas e muito, muito mais.  Para o almoço de dia 25 há mais grandeza com mais um grandioso buffet onde não faltam essencias como: atum com feijão frade e ovo cozido; ostras portuguesa; sapateira recheada; secretos de porco em bolo do caco;  creme de abóbora assada com tomilho e amêndoa torrada; cabrito assado com arroz de forno e grelos salteados; peru recheado com frutos secos, cogumelos e castanhas; mousse de chocolate e avelã; pudim Abade de Priscos; requeijão de Seia com doce de abóbora e noz; e muito, muito mais. Esta segunda opção leva o preço de 70€ por pessoa, com bebidas, e fica por 30€ para crianças entre os 4 e os 12 anos.

Mano a Mano

Rua do Alecrim, 22, Lisboa; 914 054 273; A partir de 25€ por pessoa

Como já se dizia naquela canção, “mudam-se os tempos, mudam-se as vontades” e isso nota-se até na mesa de consoada de muitos portugueses. Cada vez há mais gente a desprender-se do tradicionalismo mais fechado do bacalhau com todos e do peru assado na noite de 24 e é para esses mesmos que esta sugestão pode ser útil. Porque não um banquete italiano antes de abrir as prendas? É essa a proposta do restaurante Mano a Mano, em Lisboa, que nos dá a escolher um de dois menus para saborear na noite de consoada: O Júlio César e o Silvio Berlusconi. Ambos são compostos por quatro momentos mas as sugestões dentro de cada um variam. No primeiro, que custa 30€ por pessoa (já com bebidas), tudo começa com umas bruschettas e burrata, daí passam para uma degustação de três tipos de pizza, segue-se o penne al pesto, o risotto alla Amatriciana e termina com uma deliciosa torta al cioccolato. Já o outro menu, o Berlusconi — custa 25€ por pessoa –, inclui bruschettas e foccacia caseira como  entrada, também tem a degustação de três pizzas, daí passa para o spaghetti alla carbonara, o risotto falso e no final regressa a mesma torta de chocolate. Reserve tudo com antecedência e arrisque a experimentar uma consoada mais fora da caixa.

Sheraton Cascais Resort

Rua das Palmeiras, Lote 5, Cascais; 214 829 100; A partir de 95€ por pessoa

Os tempos de intimidação por comermos num restaurante de hotel já lá vão e é por isso que programas como este do Sheraton Cascais Resort podem ser interessantes para quem quiser experimentar uma coisa diferente neste Natal. Começando pela consoada, há todo um menu completo já pensado — custa 95€ por pessoa sem bebidas — e que inclui quatro momentos: primeiro há as entradas e é aqui que pode encontrar sugestões como as tradicionais tábuas de enchidos e queijos nacionais mas também alternativas como o hummus, os cones de tártaro de peixe e legumes ou o voul-au-vent de cogumelos. Daí parte-se para as entradas quentes, onde pode escolher entre o creme de abóbora menina com queijo de cabra, mel e amêndoas ou a salada da estação com citrinos, passando logo de seguida para o prato principal, que tanto pode ser o bacalhau com puré de grão, couve pak choy e cenoura caramelizada ou a terrina de borrego aromatizada com hortelã com cuscus. Os momentos doces surgem em forma de buffet natalício. Se tudo isto não o convencer saiba que também pode escolher fazer o brunch de dia 25, que está disponível entre as 12h30 e as 16h e incluí uma vasta seleção de comidas que tanto pode incluir um cabrito assado como uma valente dose de ovos mexidos com bacon, queijos e enchidos. Custa 65€ por pessoa, adultos, e 32,503 para crianças entre os 5 e os 9 anos.

Restaurante Infame

Largo do Intendente Pina Manique, 4, Lisboa; 218 804 008; A partir de 35€ por pessoa

Jovem, descontraído e acolhedor são algumas das palavras que tanto se podem usar para descrever o restaurante Infame, do 1908 Lisboa Hotel, como os menus que têm preparados para o Natal. Começando por dia 24: a sugestão para consoada desta casa passa por um menu fixo com entradas, peixe, carne e sobremesas cujo preço fica nos 45€ por pessoa (sem bebidas, se as quiser incluir o valor sobe para os 60€) e tem sugestões como a combinação de pão alentejano com queijo de São Jorge, maçã, canónicos e azeite de limão; o lombo de bacalhau com grão, batata miúda, couve e ovo de codorniz; o lombinho de veado com gratin de alho francês & cebola roxa, molho de vinho do Porto e folhas de agrião; e a sobremesa, o “Baked Alaska” (uma surpresa doce que não revelamos já para não estragar o efeito novidade) com fatia dourada. Se optar por procurar esta casa mais para o dia 25 saiba que também há uma ementa já feita, ligeiramente mais simples — só tem 3 momentos –, onde pode provar combinações como o creme de castanhas com lascas de chocolate negro; o pato assado com puré de aipo e maçã, cogumelos shimeji e romã; ou o bolo húmido de chocolate negro e fios de ovos. Tudo isto pode-lhe ficar nos 35€ por pessoa, caso não queira as bebidas incluídas (se quiser o valor passa para 48€ por pessoa).

– Para entrar em grande no ano novo –

Meat Me

Largo Picadeiro, 8A, Lisboa; 213 471 356; A partir de 150€ por pessoa

Com as passagens de ano, regra geral, só existem duas opções: ou não ligamos nenhuma ou adoramos. Os que se identificarem mais com a primeira opção talvez não precisem de ler mais a partir daqui, já os segundos podem gostar de saber que o novo restaurante de carne de Lisboa tem todo um banquete/festa preparada para a noite em que termina esta segunda década do século XXI. No Meat Me pode contar, primeiro, com um grande jantar onde ao longo couvert se juntam um total de cinco momentos, correspondendo eles a oito pratos. Como entrada há o nigiri de wagyu, o tártaro de carne mirandesa e o carpaccio de carne maturada por 180 dias. Daí segue-se um pequeno momento de marisco com a vieira com molho barbecue e malagueta e, logo depois, surge o carabineiro com berbigão, algas e quinoa do mar. O prato de carne é o icónico bife Wellington com trufa preta e espargos, há um limpa palato em forma de “lollypop” de framboesa e champanhe pra depois se terminar tudo com a sobremesa chocolate e ginja. Tudo isto leva o preço de 150€ por pessoa e as bebidas estão incluídas. Quer esticar a festa um pouco mais? Depois de saborear os pratos do chef Tomás Pires junte mais 30€ à sua conta e suba para a mezzanine do espaço e deixe a noite esticar-se na companhia dos cocktails de Vasco Martins — funciona tudo em modo bar aberto.

Le Monument

Avenida dos Aliados, 151, Porto; 227 662 410; A partir de 450€ por pessoa

Esta é capaz de ser a sugestão mais extravagante da lista. É num dos mais recentes hotéis de luxo do Porto, o Maison Albar, que vai encontra um longo programa de festas que no dia 31 de dezembro começa logo às 19h com um cocktail de boas-vindas no bar do hotel, o Américain. Uma hora mais tarde as atenções viram-se para a sala de jantar e é aí que vai brilhar o impressionante menu de degustação feito pelo chef Julien Montbabut que é composto por nove momentos: há a sapateira com abacate, mostarda e yuzu; o pato real com foie gras e pickles; o robalo selvagem com cebola doce, amêndoa e molho de peixe com caviar; um “trou normand”, que é uma espécie de cocktail clássico, feito com Calvados, que serve como limpa palato; uma mistura de trufa preta com batata; entrecôte de carne barrosã maturada com anchovas, algas do Algarve e alho francês; uma surpresa sob a forma de “água revitalizante”; e, finalmente, a sobremesa de chocolate grand crus com laranja — todos estes pratos têm pairing de vinhos incluídos. A festa termina virada para a Avenida dos Aliados com o fogo de artifício que marca a entrada no novo ano.

Restaurante SÁLA

Rua dos Bacalhoeiros, 103, Lisboa; 218 873 045; A partir de 170€ por pessoa

O trabalho que o chef João Sá tem feito nos últimos tempos, especialmente desde que inaugurou o seu SÁLA, tem feito virar cabeças e é por isso mesmo que grandes adeptos da alta gastronomia podem aproveitar a passagem de 2019 para 2020 para para conhecer o seu trabalho. O chef tem preparado um menu longo, de nove pratos (e umas surpresas pelo meio, claro), que começa com uma terrine de foie gras e daí segue para o bolinho de sapateira de caviar, primeiro, e para a combinação “flores, folhas e frutos”. Um dos pratos mais famosos de João Sá tem sido o “croissant de batata com cogumelos e trufas” e essa imagem de marca vai fazer parte do certame, claro está, fazendo-se seguir do peixe galo com fricassé de búzios e camarão; do lavagante escalfado com tártaro de novilho e bolo levedo — termina com o prato de pato com empada de caça e ervas. Os momentos mais doces chegam logo de seguida: primeiro com o prato “Citrinos” e, depois, com a mistura de avelã, chocolate branco e caramelo. Os vinhos e champanhe estão incluídos no preço de 170€ por pessoa (e as passas também, já agora) e, como é certo, convém reservar o mais cedo possível.

São Lourenço do Barrocal

Reguengos de Monsaraz, Alentejo; 266 247 140; A partir dos 210€ por pessoa

Se é dos que vê a ideia de uma escapadinha como uma boa sugestão saiba que o hotel São Lourenço do Barrocal  pode ser uma escolha para entrar em grande em 2020. É com cenário idílico de campo e casas brancas que vai de correr todo um programa especial de Réveillon que começa com uma espécie de beberete onde não falta bebida e comida (experimente as empadinhas de perdiz ou a tiborna de queijo de cabra com azeite, por exemplo) para prepara o estômago para o jantar que se segue. O menu é muito simples e é composto por quatro momentos: nas entradas há a caixa de massa folhada com gambas; como sopa tem o caldo de peixes e marisco; depois, nos pratos principais, tem o naco de corvina maturada corada com legumes da horta salteados e a perdiz recheada com presunto e puré de marmelo. A sobremesa chega na forma de um tradicional bolo de mel e noz. Depois das passas e dos brindes e como forma de precaver aquele “ratinho” do fim da noite verá servida a ceia, para que ninguém vá para a cama de barriga vazia. Nela será servida uma seleção de queijos e enchidos regionais, um pudim de lebre com salada de agrião e laranja, uma boleima de marmelo, farófias, mousse de chocolate e até o famoso bolo rançoso. Toda esta experiência fica por 210€ por pessoa (tudo incluído) e, para aqueles que lá ficarem a dormir (despesa de alojamento à parte), haverá um pequeno-almoço reforçado e disponível durante mais tempo (das 8h às 12h30).

Restaurante Digby

Hotel Torel Avantgarde, Rua da Restauração, 336, Porto; 222 449 615; A partir de 190€ por pessoa

No restaurante do hotel Torel Avantgarde, o Digby, está à sua espera uma festa de Réveillon que tem o rio Douro como pano de fundo. Nesta casa sofisticada e aconchegante encontra um menu de degustação e pairing de vinhos que culminará com o tradicional champanhe e passas na varanda do restaurante, espaço com uma das vistas mais desafogadas para a zona ribeirinha de Gaia e arredores. A ementa é composta por sete momentos, que se fazem preceder por uns pequenos canapés de aperitivo. Começa-se com mistura de ovo com enchidos e feijão branco, segue-se para o carpaccio de tamboril com tártaro de alcachofras e molho de maracujá e, logo depois, começam os pratos principais. O de peixe consiste num folhado de bacalhau com presunto, tomate, legumes crocantes e molho de açafrão e o de carne é um lombo de boi com gratinado de batata e queijo da ilha de São Jorge  com 36 semanas de cura — pelo meio, como limpa palato, há a combinação de maçã com espumante. Finalmente, no capítulo da doçaria, conte com o toucinho do céu com barriga de leitão e gelado de hibiscus; o “leite creme revoltado” e os bonbons caseiros. Tudo isto fica a 190€ por pessoa, bebidas incluídas, e convém sempre fazer reserva, claro.