Rui Moreira diz que a recondução de Rui Rio como presidente do PSD significará que o governo PS vai conseguir cumprir todo o mandato de quatro anos.

Acho que se o senhor doutor Rui Rio ganhar as eleições do PSD, o Governo vai governar quatro anos porque o PSD vai viabilizar a governação do doutor António Costa”, diz o presidente da câmara do Porto, em entrevista à TSF e ao Diário de Notícias.

“Acho que isso vai tudo depender, curiosamente, do que vai acontecer, salvo erro, dia 11 de janeiro”, data das eleições diretas no PSD.

Apenas se Rui Rio não vencer as eleições, “se surgir uma solução diferente”, é que o primeiro-ministro vai ter procurar uma nova parceria, como fez no Governo anterior, considera Rui Moreira, que diz não gostar de soluções de “bloco central”.

“Quando nós percebemos que nas franjas, quer à direita, quer à esquerda, há franjas populistas a aparecer, acho que é muito perigoso situações de ‘bloco central’. Porquê? Porque ao não haver divergência ao centro, o centro é comido pelas extremidades. Portanto, teoricamente, pelo menos, sem pensar muito no caso português, é mau haver situações de consenso ao centro”, considera o autarca.

Rui Moreira desmente Rosa Mota sobre nome do pavilhão

Na entrevista à TSF e ao DN, Rui Moreira garantiu que não enganou Rosa Mota sobre o pavilhão no Porto que tem o nome da antiga atleta. Rosa Mota não esteve presente na cerimónia de reabertura do pavilhão renovado — agora como Super Bock Arena Rosa Mota —, e escreveu uma carta dizendo ter sido enganada pela Câmara do Porto. Confrontado com a polémica, Rui Moreira garante que não lhe prometeu um nome diferente.

“Acho que ela quis uma coisa diferente. Vamos lá ver, para sermos claros: aquilo que nós sabemos, e foi, aliás, tornado público, por ela, é que ela resolveu ter – ela e o marido – reuniões com a Super Bock nas quais a Câmara não participou. E a Câmara não tem, como sabe, nenhum contrato com a Super Bock. A Super Bock não é concessionária do Pavilhão Rosa Mota. Há um grupo, que ganhou um concurso público, que esse sim procurou encontrar um patrocinador para o Pavilhão Rosa Mota e encontrou a Super Bock”, explicou.

“E depois aquilo que se consciencializou foi “nós temos de manter ali o nome”… Para já, aquilo não se chamava Pavilhão Rosa Mota. Chamava-se Pavilhão dos Desportos Rosa Mota. E, para muita gente, Palácio de Cristal. Era assim que aquilo era chamado. Não havia lá em lado nenhum o nome Rosa Mota”, disse Rui Moreira.

“Aquilo que eu lamento, naturalmente, é que tenha havido aqui alguma confusão relativamente a esta matéria, mas, da minha parte, posso garantir que nunca menti. Disse sempre a verdade, e, por isso mesmo, no dia em que lá fui inaugurar o pavilhão, tive o cuidado de dizer que tinha muita pena que a Rosa Mota não estivesse”.