A Marinha resgatou, por motivos de saúde, três pessoas que se encontravam em navios de cruzeiro no Funchal, Madeira, entre o final de terça-feira e a manhã de quarta-feira.

Em comunicado, a Marinha informa que, ao final da tarde de dia 31, retirou do navio “Saga Sapphire”, de bandeira de Malta, uma octogenária com um ombro deslocado. Do navio “Aurora”, de bandeira das Bermudas, foi resgatado, na noite de terça-feira, um homem de 77 anos que sofria de uma doença cardíaca, e, do navio “Amera”, de bandeira das Bahamas, foi retirado um passageiro de 74 anos que apresentava sintomas de enfarte, já na manhã de dia 01.

“Considerando as posições dos navios, foi acionada a semirrígida do Instituto de Socorros a Náufragos (ISN-SR40), tendo os passageiros desembarcado no cais da Marina do Funchal, onde eram aguardados por ambulâncias da Cruz Vermelha e dos Bombeiros Sapadores do Funchal”, adianta a Marinha, na mesma nota.

Os alertas foram recebidos no Subcentro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo do Funchal (MRSC Funchal), através do contacto telefónico do respetivo agente de navegação. “A informação foi de imediato encaminhada para o INEM — Centro de Orientação de Doentes Urgentes no Mar (CODU-Mar), entidade com competência para avaliar a situação clínica e por determinar qual a modalidade de resgate”, refere ainda a Marinha. O comando local da Polícia Marítima do Funchal tomou conta das ocorrências, acrescenta.