Entre 1985 e 1987, a televisão americana mostrou histórias de pessoais banais com poderes raros, transmissões alienígenas a imitar personagens da TV da Terra, viagens no tempo ou gente que tenta evitar desastres porque conseguiu vê-los antes em sonhos. A série chamava-se “Amazing Stories” e foi criada por Steven Spielberg, que também escreveu muitos dos episódios das duas temporadas. 35 anos depois, “Amazing Stories” regressa, agora na Apple TV+, novamente com Steven Spielberg como produtor e com Edward Kitsis e Adam Horowitz (“Lost”, “Once Upon a Time”) como showrunners, os responsáveis máximos por cada um dos episódios. A filosofia da série é a mesma do original de 1985, a mesma que está no título, algo como “histórias fantásticas”, e este é o primeiro trailer:

Esta nova versão de “Amazing Stories” tem cinco episódios, tudo histórias independentes, com diferentes argumentos, personagens, atores e realizadores. Um pouco à maneira de “Black Mirror”, mas com histórias mais concentradas no fantástico e na ficção científica e menos nos futuros (ou quase presentes) distópicos. É esta a lista de episódios, com respetivo elenco: “The Rift”, com Austen Stowell, Kerry Bishé e Edward Burns; “Signs of Life” com Jacob Latimore e Sasha Lane; “The Heat”, com E’myri Crutchfield, Hailey Kilgore e Shane Paul McGhie; “The Cellar”, com Dylan O’Brien e Victoria Pedretti; “Dynoman and the Volt”, com Robert Forster, no último papel desempenhado pelo ator que morreu em outubro de 2018, com 78 anos.

A primeira versão de “Amazing Stories” conseguiu ser nomeada para 12 prémios Emmy, ganhando cinco deles. A estreia, agora em 2020, está marcada para 6 de março.