O Japão vai acelerar a produção de Avigan, um medicamento experimental para tratar a infeção por covid-19, que será disponibilizado gratuitamente aos países que o solicitarem para testes, foi anunciado este domingo.

O Avigan tem como componente ativo o favipiravir, usado experimentalmente pelas autoridades de saúde japonesas para tratar a gripe e que está a ser testado para tratar os sintomas de doenças respiratórias causadas pelo coronavírus.

Segundo o porta-voz do governo japonês, Yoshihide Suga, cerca de 30 países já manifestaram a vontade de testar o medicamento no tratamento de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus.

Entre esses países destacam-se os Estados Unidos, que têm mostrado recetividade para encontrar um fármaco que combata eficazmente os sintomas da infeção.

O favipiravir, conhecido no Japão sob o nome comercial Avigan, obteve em 2014 a aprovação do governo para produção e venda como medicamento contra a gripe, mas nunca foi comercializado.

No entanto, o medicamento foi usado experimentalmente nos casos em que outros antivirais não funcionaram contra certos tipos de gripe, e revelou-se eficaz contra a covid-19, de acordo com um estudo da Universidade de Wuhan, cidade chinesa onde começou o surto infecioso.

A produção do Avigan será financiada por um pacote de estímulo financeiro criado pelo governo japonês, cuja aprovação no Parlamento deverá acontecer no início da semana.