Os números do dia em Itália são duros: 602 novas mortes e mais 2.972 contágios. O primeiro valor sobe em relação à véspera, o segundo cai. Apesar disso, a imprensa italiana sublinha que os novos casos detetados são cada vez menos.

É que apesar de a tendência de descida em Itália estar longe de ser linear, e as oscilações serem muitas, o pico da pandemia está a 24 dias de distância. A 21 de março atingiu-se a marca negra nos contágios — 6.557 novos infetados em 24 horas — e seis dias depois, a 27 de março, a das mortes (919).

No entanto, os números acumulados ainda fazem de Itália, nesta terça-feira,  um dos países com um dos cenários mais negros da pandemia: com um acumulado de 162.488 casos, Itália é o terceiro país com mais infeções, abaixo de Espanha e Estados Unidos.

Em número de mortes, 21.067, a nação só está abaixo dos EUA.

Número de óbitos diários em Itália de vítimas de Covid-19. Dados do World Meter

Os dados mais recentes da Proteção Civil dão ainda conta de 37.130 doentes recuperados desde o início da pandemia. Entre as pessoas que ainda mantém infeções ativas, um total de 104.291, ainda há um número considerável em estado crítico nos hospitais: 3.186 pacientes.

Número de novos contágios diários em Itália. Dados do World Meter