O Lar de São José em Ílhavo, no distrito de Aveiro, registou até ao momento 11 óbitos associados à Covid-19, informou esta quinta-feira fonte da instituição.

“A última vítima é um senhor de 87 anos que morreu ontem [quarta-feira] e que tinha outras complicações associadas”, disse à Lusa Paulo Edgar, coordenador do Património dos Pobres da Freguesia de Ílhavo, que gere o Lar.

Segundo o mesmo responsável, há ainda 30 utentes do lar que estão infetados com o novo coronavírus, quatro dos quais estão internados no Hospital de Aveiro.

A primeira morte no Lar de São José associada à Covid-19 ocorreu no dia 31 de março.

Desde o início da pandemia da Covid-19 já morreram mais de 40 idosos em lares da região de Aveiro.

O maior número registou-se no Lar da Santa Casa da Misericórdia de Aveiro, com 20 óbitos, seguindo-se o Lar de São José, em Ílhavo, com 11 óbitos.

De acordo com dados do Agrupamento de Centros de Saúde do Baixo Vouga, nos 11 municípios da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro há 1.256 pessoas infetadas, entre as quais estão 111 profissionais de saúde e 118 pessoas relacionadas com os lares de idosos, havendo a lamentar 79 óbitos.

Portugal regista 629 mortos associados à Covid-19 em 18.841 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

Relativamente ao dia anterior, há mais 30 mortos (+5%) e mais 750 casos de infeção (+4,1%).

Das pessoas infetadas, 1.302 estão hospitalizadas, das quais 229 em unidades de cuidados intensivos, e 493 foram dadas como curadas.