Numa altura em que os portugueses estão fechados em casa há mais de um mês — e com medidas de confinamento em vigor em diferentes pontos do globo devido à pandemia —, a banda Terra Batida divulgou um novo videoclipe onde junta pessoas de 47 nacionalidades diferentes. A maior parte delas, à semelhança dos três portugueses da banda, André Silvestre, João Robim e Luís Poças, está também isolada em casa.

Com a intenção de lançar oficialmente o segundo álbum em 2020 em stand by, devido à Covid-19, os Terra Batida divulgaram esta quarta-feira nas redes sociais uma das novas músicas, “Evaporar”, na companhia de um videoclipe que resultou da iniciativa de juntar todos os amigos com que se cruzaram ao longo de vários anos. “De repente, já tínhamos amigos de amigos envolvidos”, conta André Silvestre ao Observador. O vídeo foi montado em apenas uma semana e conta com cidadãos de países tão diversos como Angola, Argentina, Islândia, Japão, Polónia, México ou Ucrânia. Ao todo são 47 nacionalidades, mas podiam ser mais não fossem as dificuldades técnicas que alguns encontraram.

No vídeo já disponível na plataforma Youtube, que leva mais de 4 minutos, pessoas de diferentes cantos do mundo dançam, cantam ou simplesmente comparecem diante das câmaras com referências à letra da música. “Apesar de estarmos todos separados, quisemos unir as pessoas através da música”, aconteça isso numa sala de espetáculos ou através de um videoclipe, diz, cuja criação permitiu estar em contacto com a realidade de diferentes países em tempos de pandemia, ainda que a maior parte dos envolvidos esteja em lockdown.

“Demos criatividade máxima às pessoas. A única premissa foi gravar no sítio preferido ou na zona preferida da casa. No Irão um dos nossos amigos fez 50 quilómetros para gravar cinco segundos. Em Omã outro amigo gravou na sala porque também está em confinamento”, diz ainda André Silvestre.

Os Terra Batida arrancaram em 2015. A banda é composta por três membros fixos, todos com formação académica em música clássica, aos quais costumam juntar-se músicos convidados.